InícioBlumenauSuspeito de matar mulher e bebê em Blumenau pode estar envolvido em...

Suspeito de matar mulher e bebê em Blumenau pode estar envolvido em outra morte

Principal suspeito de assassinar Jéssica Ballock, de 23 anos, e Théo Pereira, de apenas 3 meses em Blumenau, Kelber Henrique Pereira também é investigado por uma outra morte na região. Segundo a Polícia Civil, ele pode estar envolvido na morte de Carine Silva da Rosa, de 36 anos, em Gaspar. O crime foi registrado no dia 23 de abril deste ano.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Conforme as investigações, o corpo de Carine foi encontrado por um casal de ciclistas em uma área de mata às margens da Rua Theobaldo Anselmo Sansão, no bairro Poço Grande. Ela estava nua e tinha um pano preto cobrindo o rosto. Seu corpo, porém, não apresentava sinais de violência.

A informação foi confirmada pelo delegado Ronnie Esteves, que investiga o assassinato de Jéssica e Théo, em entrevista ao programa Tribuna do Povo, da rede NDTV Record TV. “Temos poucas informações sobre o assunto, já que o inquérito corre sob a presidência do delegado Bruno Fernando“, disse. “Mas recebemos informações de que ele figura também como investigado por ter supostamente matado uma mulher em Gaspar. Ela foi encontrada morta, e há indícios que teria sido ele”.

Segundo o delegado Ronnie Esteves, Kelber teria entrado e saído de um motel da cidade com Carine. Conforme as investigações, a mulher já estaria morta ao deixar o local com o suspeito. O laudo médico, porém, não conseguiu identificar o que teria causado a morte de Carine – o que dificulta o trabalho dos investigadores.

“Em depoimento ele teria informado como ele saiu do motel”, prosseguiu. “Só que a perícia, segundo o delegado Bruno, não conseguiu identificar sinais de violência na vítima, e isso dificultou um pouco o andar dessa investigação, quanto a um possível crime sobre a vida. Por outro lado, existe o crime de ocultação de cadáver. Mesmo que ele não tenha matado a Carine, foi ele que deixou o corpo dela no matagal, e ele está sendo investigado por isso”.

A reportagem tentou fazer contato com o delegado Bruno Fernando, que investiga a morte de Carine, mas foi informada que ele está de férias e só retorna ao trabalho na próxima semana.

Fuga e prisão em São Paulo

Kelber estava desaparecido desde segunda-feira (25), dia em que a mulher e o filho dele, de apenas 3 meses, foram encontrados mortos no apartamento da família, localizado na Rua dos Caçadores, no bairro Velha. Além dele, o filho mais velho do casal, um menino de 1 ano e 10 meses, também não foi encontrado no imóvel. Diante dos fatos, o homem passou a ser considerado o principal suspeito do crime.

Fotos: Redes sociais

O suspeito passou a ser considerado foragido na manhã de terça-feira (26), quando a 1ª Vara Criminal da Comarca de Blumenau expediu um mandado de prisão temporária contra ele. No mesmo dia, o filho mais velho do casal, que foi levado por ele na fuga, foi encontrado na casa dos avós paternos.

Com o mandado expedido, policiais de Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais trabalharam nas buscas por Kelber. Ele acabou sendo encontrado em Paulínia, no interior de São Paulo. Conforme a polícia local, ele deixou o filho mais velho na casa dos pais e seguiu até a cidade de Bragança Paulista-SP e trocou de carro. Na sequência foi para Paulínia, onde foi preso.

Um vídeo obtido pelo Portal Alexandre José mostra Kelber chegando na Delegacia de Polícia Civil da cidade. Segundo o delegado Ronnie Esteves, de Blumenau, que investiga o caso, Kelber foi encaminhado para Campinas, onde participou de uma audiência de custódia. Na sequência, ficará preso até ser trazido para Blumenau.

Confissão em vídeo

Um vídeo obtido pelo Portal Alexandre José na manhã desta quarta-feira (27) mostra Kelber confessando ter matado a companheira e o filho de apenas 3 meses. Segundo ele, o crime aconteceu na madrugada de domingo (24).

“No sábado (23) à noite fui em um churrasco na casa do meu sogro. Ele comprou cerveja, e eu bebi. Fazia tempo que eu não bebia, porque usava drogas antes. Parei de beber pra não usar droga. Bebi bastante. Meia-noite, 1h, fomos embora, e me deu vontade de usar droga porque bebi“, disse.

Ele disse que não se lembra do que aconteceu depois, mas que matou a companheira, de 23 anos, e o próprio filho, de apenas 3 meses. “A hora que acabou a droga, não lembro o que aconteceu, mas acabei matando ela e meu filho. Não sei como, não me lembro muito. A única coisa que pensei foi em pegar meu outro pequeno e levar pra casa da vó“, relatou.

Confira no vídeo abaixo:

Leia mais notícias de Blumenau e região:

Identificado jovem motociclista que morreu em acidente em Blumenau

Câmeras registram acidente que matou ciclista em Blumenau

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com