InícioBrasilSerasa dá dicas para não cair no golpe do FGTS

Serasa dá dicas para não cair no golpe do FGTS

É inegável que a internet traz diversos benefícios para a população, mas, nos últimos anos, esta também foi uma porta de entrada para golpes cibernéticos. Um estudo da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) aponta que, desde o início da pandemia, estes tipos de golpes cresceram 165%.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Uma destas fraudes é o golpe do FGTS, onde criminosos entram em contato com os consumidores informando que há dinheiro disponível para saque. As mensagens vêm com links para sites falsos, que servem para captar com dados pessoais das vítimas. 

Com as informações confidenciais em mãos, os golpistas conseguem fazer empréstimos, pedir cartões de crédito, abrir contas em bancos e até sacar o FGTS. Para evitar o golpe, a Serasa orienta com algumas dicas:

1 – Não confie em mensagens de canais não oficiais: e-mails e contato via WhatsApp são os meios mais comuns de atrair vítimas. Por isso, fique atento quando receber mensagens suspeitas e confirme se são os canais oficiais da empresa. 

2 – Acompanhe o calendário liberado pela Caixa Federal: busque informações nos canais autorizados e matérias divulgadas na imprensa sobre a liberação de saque do FGTS. A partir da checagem em veículos confiáveis é possível identificar se o calendário é verdadeiro e seguir com os processos. Mesmo assim cuidado: os golpistas costumam usar os momentos de disponibilização do saque para agir mais à vontade.

3 – Cheque a segurança do site: para verificar se a página conta com o protocolo de segurança, basta observar na barra de endereço do navegador e buscar pelo cadeado fechado cinza escuro ao lado esquerdo da url. 

4 – Faça consultas em sites e redes sociais: pesquise por reclamações de outras pessoas em sites e nas redes sociais antes de informar qualquer tipo de dado pessoal.

5 – Use senhas fortes e atualizadas: com alguns simples procedimentos de segurança, os cuidados são redobrados, como atualizar as senhas mais importantes de tempos em tempos e utilizar a autenticação de dois fatores sempre que possível. Além disso, misture letras, números e caracteres especiais para montar senhas fortes em diferentes plataformas.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com