InícioGeralMárcia Pontes: A novela da Área Azul em Blumenau terá mais capítulos

Márcia Pontes: A novela da Área Azul em Blumenau terá mais capítulos

Pelo andar da carruagem vai demorar mais uma cotinha para que o modo de funcionamento do estacionamento rotativo Área Azul em Blumenau saia da idade da pedra. Os tão sonhados parquímetros que agilizam todo o processo de estacionamento e pagamento com rapidez e comodidade para os motoristas, por enquanto, não são vistos nem por um binóculo.

O andamento do processo de licitação só será retomado depois que a prefeitura esclarecer detalhes da escolha de propostas em que a empresa vencedora apresentou proposta mais cara. O Ministério Público pediu explicações. 

Imbróglios

Não é de hoje que a Área Azul esteve relacionada a alguns imbróglios envolvendo os usuários por insatisfação com o serviço prestado. 

Faz alguns anos uma monitora da Área Azul foi desrespeitada e agredida por um motorista enquanto ela preenchia o Aviso de Regularização, a famosa Amarelinha. O condutor não gostou, disse que já estava removendo o veículo da vaga, agrediu verbalmente e a moça teve de correr para não apanhar. 

Já houve reclamações de poucas monitoras, principalmente por parte de motoristas que vêm de outras cidades e não sabem onde ficam os estabelecimentos autorizados para a compra dos talões. 

As reclamações sobre a Área Azul já foram parar no famoso site Reclame Aqui. Foi um morador de Curitiba que veio a Blumenau a trabalho em 2019 e estacionou sem colocar o cartão da Área Azul. Ele voltou para o Paraná e tentou pagar a multa à distância. 

Ficou indignado com a resposta do Seterb à época de que não era possível fazer o pagamento online e que a única forma de regularizar a “amarelinha” antes que virasse multa era vindo a Blumenau. A reclamação continua no site Reclame Aqui sem resposta. 

Também ficou famoso em 2017 o vídeo gravado por um motorista de outra cidade que recebeu uma “amarelinha” e ficou indignado com a condição imposta para regularizar a situação: comprar mais 9 cartões da Área Azul. 

Para que a regularização fosse feita e não virasse multa de trânsito o motorista pagou a “amarelinha” e a compra dos 9 cartões. Indignado fez circular um vídeo em que se dizia desrespeitado, acusava a venda casada, finalizou rasgando os cartões e dizendo que nunca mais voltava a Blumenau. 

Também já ouve o caso de um motorista que usava caneta mágica para preencher os cartões da Área Azul: preenchia, a tinta da caneta apagava e ele reutilizava o mesmo cartão. Foi parar na delegacia para prestar esclarecimentos. 

Parquímetros 

Com a tão esperada chegada dos parquímetros funcionará um novo sistema de cobrança de estacionamento rotativo em Blumenau. Terá tempo fracionado. A estimativa é de que o tempo inicial permitido na vaga seja de 30 minutos. Se o motorista precisar de mais tempo novas cobranças serão feitas a cada 15 minutos até o período máximo de 2 horas. 

Atualmente, cada cartão confere o tempo máximo permitido na vaga de 1 hora e não há fracionamento. Há quem diga que vai ficar mais caro estacionar em vaga rotativa paga em Blumenau, mas isso é mais um reflexo do inchaço da frota e da necessidade de garantir a rotatividade na vaga.

Os parquímetros são equipamentos fáceis de operar seja pagando em dinheiro ou cartão de débito e crédito. O motorista chega, faz a operação e sai do estacionamento sem risco de encontrar uma “amarelinha” no parabrisas ou de que a não regularização em 15 dias se transforme numa infração grave que custa R$ 195, 23.

Vai eliminar a insatisfação de motoristas que reclamam de apenas 3 pontos para pagamento do aviso de regularização e só em dinheiro. Detalhe: só funciona em horário comercial. São os seguintes os postos de regularização da “amarelinha”: 

Posto Comercial Borba: segunda a sexta-feira, das 8h às 17h | Sábados: das 8h às 11h30
Posto Intendência do Garcia: segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h
Posto Rodoviária: segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30 | Sábados: das 8h às 11h30 

Referência em tecnologia

No ano de 2022 a cidade de Blumenau foi reconhecida com o Selo de Cidade Inteligente junto com mais 27 cidades brasileiras. Certamente o critério Área Azul não contou porque o sistema de anotação em papel destoa totalmente. 

Enquanto se esclarece as situações envolvendo a licitação envolvendo as empresas que cuidarão da Área Azul e dos parquímetros em Blumenau os motoristas seguem esperando. Quantos capítulos terá essa novela e se terá semelhanças com a novela dos equipamentos fiscalizadores de velocidade não se sabe. 

Vamos torcer que os parquímetros não tardem mais a chegar. Ainda que antes tarde do que nunca! 

Márcia Pontes/Colunista Portal Alexandre José

Márcia Pontes é escritora, colunista e digital influencer no segmento de formação de condutores, com três livros publicados. Graduada em Segurança no Trânsito pela Unisul, especialista em Direito de Trânsito pela Escola Superior Verbo Jurídico, especialista em Planejamento e Gestão do Trânsito pela Unicesumar. Consultora em projetos de segurança no trânsito e professora de condutas preventivas no trânsito. Vencedora do Prêmio Denatran 2013 na categoria Cidadania e vencedora do Prêmio Fenabrave 2016 em duas categorias.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com