InícioEmerson LuisEsporte: Neymardependência. Por Emerson Luis

Esporte: Neymardependência. Por Emerson Luis

Cada um enxerga o futebol de um jeito diferente.

Por isso existem as discussões de boteco.

Que sempre foram bem mais interessantes, por razões óbvias, do que algumas teorias conspiratórias das redes sociais.

Concordo que a seleção não é dependente de Neymar.

Mas dizer que ele não faz falta?

Aí já é não entender nada de bola.

Ou levar a opinião para o lado pessoal.

A atuação contra a Suíça na tarde desta segunda-feira (28) mostrou isso.

Neymar torceu o tornozelo contra a Sérvia. Foto: Tolga Bozoglu/EFE/EPA

Substituídos na etapa final, Richarlison e Raphinha não foram cumprimentar Antony e Gabriel Jesus – saíram pela linha de fundo, atrás do gol adversário.

Tite não comemorou o gol de Casemiro.

Ao seu modo, preferiu abraçar o filho.

Alguém vai falar sobre falta de solidariedade, entrega ou comprometimento?

Não creio.

Ninguém bate em coitado.

Richarlison e Neymar após o jogo contra a Sérvia. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil não foi criativo.

Especialmente no meio campo.

Viveu muitas vezes de inócuos lançamentos.

E teve novamente em Vinícius Júnior seu principal escape.

O atacante chamou a responsabilidade, encarou a dura marcação suíça, chegou a marcar, mas o gol foi anulado após impedimento de Richarlison na origem da jogada.

Chato, bem postado e experiente, o time europeu foi eficiente no que se propôs: defendeu, amarrou a partida, jogou para não perder.

Resultado justo.

Casemiro marcou o gol da vitória aso 37 minutos do 2º tempo. Foto: Reprodução/Internet

Mais cedo Camarões e Sérvia empataram em 3 x 3.

Sexta-feira (02), às 16h, o Brasil encerra sua participação na 1ª fase, quando pega Camarões.

No mesmo horário se enfrentam Sérvia x Suíça.

Choupo-Moting comemora gol contra a Sérvia. Foto: Reprodução/Internet

O Brasil está nas oitavas de final.

Primeiro objetivo alcançado.

Éder Militão substituiu Danilo que também foi vetado. Foto: Reprodução/Internet

Vivemos a expectativa de saber quem vai ser o oponente – o segundo colocado do Grupo H.

No momento, Gana.

Portugal venceu o Uruguai por 2 x 0 e assumiu a liderança isolada com 6 pontos.

Os africanos têm 3 pontos.

Coreia do Sul (saldo -1) e Uruguai (saldo -2) estão com 1 ponto.

A última rodada marca para sexta-feira (2), às 12h:

Uruguai x Gana.

Portugal x Coreia do Sul.

Bom mesmo é “sumir” de Portugal que deve fazer sua parte – um empate contra os asiáticos ou até mesmo uma derrota por dois gols de diferença já bastam para evitar o confronto.

Fred entrou no lugar de Neymar que está machucado. Foto: Reprodução/Internet

Como coloquei após a vitória sobre a Sérvia, é preciso dar um passo de cada vez.

Porque as dificuldades só vão aumentar.

Inclusive com possibilidade de ter a Espanha pela frente nas quartas de final.

Apesar das duas vitórias sem sofrimento defensivo (Alisson foi um mero expectador), ainda temos de melhorar coletivamente.

E torcer pela volta de Neymar.

Que inteiro clinicamente e com a cabeça no lugar ainda é titular absoluto.

Jogadores comemoram gol de Casemiro. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Emerson Luis é jornalista. Se formou no IBES/Sociesc em 2009. Trabalha com comunicação esportiva desde 1990 quando começou sua carreira no rádio de Blumenau. Atualmente é comentarista esportivo do Programa Alexandre José na Rádio Clube FM. E repórter e apresentador de esportes do programa Balanço Geral da NDTV/Record TV.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com