InícioGeralPraia Central de Balneário Camboriú segue própria para banho, diz EMASA

Praia Central de Balneário Camboriú segue própria para banho, diz EMASA

Em análise das águas das praias de Balneário Camboriú feita entre os dias 21 de setembro e 19 de outubro deste ano, o laboratório contratado pela Empresa Municipal de Água e Saneamento de Balneário Camboriú (EMASA), mostrou que dos 15 pontos analisados, 14 encontram-se próprios para banho. O único ponto impróprio está localizado na Lagoa de Taquaras, que passa por várias análises e estudos para definição de ações para torná-la própria.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Para análise, que fora da temporada ocorre semanalmente, as amostras são de 10 pontos da Praia Central (todos próprios), um da Praia de Laranjeiras (próprio), um na Praia de Taquaras (próprio), um na Lagoa de Taquaras (impróprio), um na Praia do Estaleiro (próprio) e mais um na Praia do Estaleirinho (próprio). As amostras foram coletadas nos dias 21/09, 27/09, 05/10, 11/10 e 19/10.

De acordo com o relatório da EMASA, um ponto é considerado próprio para banho quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas, no mesmo local houver no máximo 800 Escherichia coli a cada 100 ml de água.

Os serviços de coleta e análise das amostras são realizados por laboratório terceirizado – Laboratório de Análises Ambientais (LABB) – credenciado no IMA e acreditado no INMETRO.

Impróprio

O local está impróprio quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas anteriores, no mesmo local, for superior a 800 Escherichia coli por 100 ml ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000.

Leia mais notícias de Blumenau e região:

Comércio de Blumenau deve abrir cerca de 1.500 empregos temporários para o Natal

Outubro Rosa: Unidades de saúde de Gaspar estarão abertas no sábado

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com