InícioEmerson LuisEsporte: Enquanto a verba não chega. Por Emerson Luis

Esporte: Enquanto a verba não chega. Por Emerson Luis

Pouco se fala no assunto.

Mas a derrota surpreendente de Carlos Moisés no primeiro turno das eleições me deixou preocupado.

Governador Carlos Moisés no último dia 2. Foto: Facebook

Afinal, o governador “assinou” em Blumenau um cheque de R$ 130 milhões em investimentos em várias obras e reformas.

Entre elas, a municipalização do Complexo Esportivo do Sesi.

R$ 30 milhões para a compra do imóvel.

Outros R$ 20 milhões para a manutenção da estrutura.

Para depois das eleições.

Carlos Moisés e Mário Hildebrandt em Blumenau. Foto: Reprodução/Internet

Conversei por telefone na última terça-feira (11) com o prefeito.

Fiz a pergunta básica.         

“Os recursos prometidos para o Sesi virão?”

Mário Hildebrandt foi breve.

“Estive com o governador ontem (segunda-feira) e ele mesmo lembrou do Sesi. Não está esquecido”.

Insisti:   

“Teve assinatura ou será feito na hora do repasse?”

“Está sendo encaminhado o convênio”, concluiu.

Não me animei.

Governador em sua passagem por Blumenau. Foto: Reprodução/Internet

O governador deve ter ficado P da vida com os blumenauenses.

Assim como o prefeito.

A retribuição nas urnas foi decepcionante.

Jorginho Mello (PL) foi o mais votado.

85.689 votos (43,75%).

Votação expressiva muito por conta do forte bolsonarismo existente na cidade e em todo o estado.

Que também foi fator decisivo para a esmagadora vitória de Carlos Moisés (na época no PSL) há quatro anos.

No primeiro turno ganhou 69.894 votos (39,94%).

Gelson Merísio (PSD) 42.031 votos (22,59%).

No segundo turno Carlos Moisés fez impressionantes 144.006 votos (77,41%).

Diante de 46.511 votos (25,92%) do adversário.

O Centro de Convenções foi um dos projetos contemplados pelo governo. Arte: Reprodução/Internet

Uma queda e tanto em quatro anos.

Décio Lima (PT) conseguiu ter votação superior ao candidato do Republicanos.

Enquanto o ex-prefeito fez 33.075 votos (16,89%).

O governador somou 22.609 votos (11,54%).

Apenas 489 votos a mais do que Odair Tramontin (Novo) com 22.120 votos (11,29%).

20.175 eleitores votaram branco ou anularam voto.

45.667 não compareceram às urnas.

A soma total de nulos, brancos e abstenções representou 25,16% dos 261.742 eleitores.

Se mais de 65 mil blumenauenses não estavam nem aí para as eleições, imagina se estariam preocupados (ou informados) sobre as positivas consequências da forte parceria firmada entre município e governo.

Brasil e Marrocos na Arena Brusque. Foto: Beno Kuster/CBF

Aguardemos a chegada de novembro.

Para saber se a promessa vai ser cumprida.

Para as necessárias reformas e ampliações do Complexo Esportivo Bernardo Wolfgang Werner.

Seleção de futsal na Arena Tubarão. Foto: Beno Kuster/CBF

Enquanto isso (a repercussão não foi grande), na sexta-feira passada (7), a seleção brasileira de futsal esteve bem aqui ao lado.

Na Arena Brusque para ser mais exato.

Fez amistoso contra Marrocos (0x0).

Dois dias depois as equipes se enfrentaram na Arena de Tubarão.

Vitória brasileira por 4 x 1.

Futsal nos Jogos da Primavera. Foto: Eraldo Schneider

A estrutura do Sesi é fantástica.

Mesmo assim, no momento, não consegue atender exigências básicas para receber um “simples” amistoso da seleção.

De qualquer modalidade.

Não há de ser nada.

De 23 a 30 de outubro, Blumenau vai ser sede de um evento nacional de futsal.

A Taça Brasil Sub-14.

Com 10 times.

Santa Catarina será representada pela anfitriã Apama e a CRC Chapecó.

Jogos nas quadras oficiais do Sesi.

Também teremos de 24 de outubro a 8 de novembro, os Jogos Estudantis da Primavera.

Com aproximadamente 9.500 alunos das redes municipal, estadual, federal e particular de ensino.

Atletismo nos Jogos da Primavera. Foto: Eraldo Schneider

Cerca de 20 modalidades.

Estudantes/atletas de 6 a 17 anos.

As apresentações também acontecem em outros ginásios como AABB e Galegão que costuma receber a cerimônia de abertura.

Tênis de mesa no Galegão nos Jogos da Primavera. Foto: Eraldo Schneider

As equipes feminina e masculina de handebol seguem disputando a Liga Nacional.

O futsal, a reta final da Série Ouro, que corresponde ao Campeonato Catarinense.

Também ainda este ano poderemos ter futebol.

T-Rex comemora título da Conferência Sul. Foto: Richard Ferrari

Futebol Americano.

Com o T-Rex.

Que garantiu presença na semifinal do Brasil Bowl, após vencer por 48 x 0, o Santa Maria Soldiers RS, na decisão da Conferência Sul da LBFA.

Jogo do T-Rex em Timbó. Foto: Richard Ferrari

Partida disputada no Complexo Esportivo de Timbó que tem limitação de público (1000 lugares) e de infraestrutura para abrigar uma final de campeonato.

Tanto é que se chegar na decisão, o T-Rex quer trazer o jogo dia 19 de novembro para Blumenau.

Primeiro final estadual de futebol americano no Sesi foi em 2015. Foto:

Não seria uma novidade para a gente.

O Sesi já foi palco em 2019 da final do Brasil Bowl quando o T-Rex foi superado pelo João Pessoa Espectros da Paraíba (45 x 21).

Outras três partidas decisivas foram jogadas aqui.

Desta vez pelo campeonato catarinense quando o representante de Timbó foi tricampeão (2015, 2017, 2019) ao bater o Istepôs de São José.

O Sesi já foi palco de três SC BOWLS entre Rex e Istepôs. Foto: Cacá Constantinov

Quem disse que o Sesi está abandonado?

Tem tudo para dar certo.

A esperança ainda arde em meu peito.

Abertura dos Jogos da Primavera. Foto: Eraldo Schneider

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com