InícioBlumenauBlumenau não atinge a meta da campanha nacional contra paralisia infantil

Blumenau não atinge a meta da campanha nacional contra paralisia infantil

Blumenau não atingiu a meta de vacinar 95% das crianças de 1 ano a menores de 5 anos contra a paralisia infantil. Segundo a Secretaria de Saúde, durante a campanha foram imunizadas 11.603 crianças. O número representa 66,39% das 17.479 que são o público alvo da campanha de vacinação no país, que terminou no dia 30 de setembro.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Meta atingida em outros anos

Em 2015 durante a campanha, a vacina fundamental para evitar a paralisia infantil superou a meta e imunizou 103,6% do público-alvo. Já em 2018 e 2020 durante a campanha, a média de cobertura ficou entre 83% e 77,88% respectivamente.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Poliomielite não tem cura e a vacinação é a única forma de prevenção. Recentemente, após 10 anos sem registro da doença, os Estados Unidos da América identificou um caso de poliomielite.

Imunização

Em Blumenau, a vacinação contra a doença foi realizada nos postos de saúde e Ambulatórios Gerais da Família (AGF) com sala de vacinação em horário estendido até às 20h.

Para que um maior número de crianças fossem imunizadas, de 26 a 30 de setembro, última semana da campanha, a população foi beneficiada com vacinação móvel em quatro Centros de Educação Infantil (CEI), especificamente o CEI Carlos Rohweder e CEI Nazaré, na Itoupava Central; CEI Anilda Batista Schmitt, no bairro Fortaleza e CEI Anton Max Artur Spranger, no bairro Testo Salto.

Leia mais notícias de Blumenau e região:

Caminhoneiro bêbado é preso após sofrer acidente e obstruir a BR-470 em Rio do Sul

Oktoberfest 2022: saiba onde garantir o Oktober Karte com antecedência

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com