InícioAlto ValeQuem era o homem encontrado amordaçado e morto em riacho de Taió

Quem era o homem encontrado amordaçado e morto em riacho de Taió

Foi identificado como Celso Donizeti Fonseca, de 47 anos, o homem que foi encontrado morto e amordaçado em um riacho na manhã dessa segunda-feira (12) em Taió, no Alto Vale do Itajaí. Segundo a Polícia Militar, os peritos constataram que ele também estava com partes do corpo queimadas.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Segundo familiares, Celso estava desaparecido desde a noite de domingo (11). Suas filhas já tinham procurado com a polícia, que estava fazendo buscas por ele. O corpo dele foi encontrado por uma mulher durante a manhã de segunda-feira. Não há, até o momento, informações sobre suspeitos do crime, bem como da motivação.

A ocorrência

Os policiais foram acionados por volta das 6h, inicialmente para apurar um desaparecimento na região da Fazenda São Jacó. Chegando no local, foram informados de que o corpo do homem havia sido localizado em um riacho.

Ao verificar a cena, a guarnição constatou que havia no local um veículo SpaceFox, que foi isolado para uma possível perícia. As testemunhas, porém, disseram que tinham mexido no interior do carro durante as buscas pelo proprietário do veículo.

Conforme os policiais, o carro estava com a parte do cárter (inferior do motor) sobre o chão, de modo que ficou preso no local. Além disso, estava com o pneu furado, com o retrovisor esquerdo quebrado e com a lataria amassada.

Após verificar o carro, a guarnição se dirigiu até onde o corpo foi encontrado, a aproximadamente 500 metros do veículo. Segundo relato, a vítima estava de bruços, com a cabeça dentro da água do riacho, e aparentemente com queimaduras pelo corpo. O local foi isolado até a chegada da perícia.

Os policiais então ouviram os testemunhos de três pessoas: uma mulher que mora ao lado de onde o carro da vítima foi encontrado; uma mulher que localizou o corpo; e de um homem, que auxiliou nas buscas. Segundo eles, a vítima tinha sido vista na noite de domingo (11), com dois homens em uma lanchonete. Eles não souberam informar para onde os dois homens em questão estariam.

A Polícia Científica chegou ao local logo depois e realizou a perícia da cena do crime. Após isso, retirou o corpo da vítima – momento em que foi percebido que o homem estava amordaçado e com parte do corpo queimado. Por fim, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), e o veículo foi removido ao pátio para perícia.

Leia mais notícias de Blumenau e região:

Homem é preso após tentar matar a companheira a facadas em Gaspar

Homem tenta fugir, mas é preso por tráfico de drogas em Blumenau

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com