InícioBlumenauPolícia Civil prende suspeita de mandar executar travesti em Blumenau

Polícia Civil prende suspeita de mandar executar travesti em Blumenau

A Polícia Civil de Blumenau prendeu a suspeita de encomendar a morte da travesti Mônica Ribeiro, de 36 anos. O crime aconteceu em maio deste ano, no bairro Salto do Norte, ela foi executada em um ponto de ônibus com oito tiros.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

A investigação apontou que a morte foi motivada por disputa territorial de pontos de prostituição em Blumenau. A mandante, também travesti de 29 anos, foi presa na casa onde mora no bairro Ribeirão Fresco no dia dois de setembro.

Segundo a Polícia Civil, a travesti contratou um homem de 31 anos para fazer a execução. O autor dos disparos ainda não foi encontrado pelos policiais e segue foragido.

“Havia uma disputa entre dois grupos de prostituição na região norte de Blumenau e em tese o executor também iria matar uma outra pessoa, mas conseguiu fazer apenas os disparos em uma vítima”, disse o delegado responsável Rodrigo Raitez.

O inquérito policial já foi finalizado e encaminhado para o Ministério Público de Santa Catarina, para que seja feito o processo por homicídio qualificado.

Foto: Marcos Fernandes / Portal Alexandre José

Relembre o crime

Mônica, de 36 anos, foi executada a tiros em um ponto de ônibus localizado na Rua Engenheiro Udo Deeke, no bairro Salto do Norte, por volta das 22h45 do dia 19 de maio deste ano.

Conforme testemunhas, o criminoso chegou ao local em uma moto e atirou diversas vezes contra a vítima, que morreu na hora. O suspeito fugiu do local logo depois do crime. Policiais militares fizeram buscas pela região, mas o criminoso não foi localizado.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com