InícioEmerson LuisEsporte: Joguinhos Abertos. Todos ganham. Por Emerson Luis

Esporte: Joguinhos Abertos. Todos ganham. Por Emerson Luis

Desde a última quinta-feira (15), pela primeira vez na história, Blumenau é sede da 34ª edição dos Joguinhos Abertos.

São cerca de 4 mil atletas (de 15 a 19 anos), integrantes de comissões técnicas, árbitros, dirigentes e staff de 79 municípios.

A competição já está rolando, mas o Cerimonial de Abertura será nesta sexta-feira (16), às 20h, no Ginásio Sebastião Cruz (Galegão).

O encerramento está marcado para o dia 25.

Cerimônia de Abertura será nesta sexta-feira (16) no Galegão. Arte: Secom

São 18 modalidades em disputa (masculino e feminino).

Até quarta-feira (14) eram 17.

Pois o basquete feminino estava excluído da programação por não reunir o número mínimo de 8 participantes como reza o novo regulamento.

A indignação foi grande.

A turma se mexeu nos bastidores.

E a pressão deu resultado.

Embora o veredito não tenha sido o ideal.

Equipe Sub-17 de Blumenau que jogou o estadual e ficou na 4ª posição. Foto: Vitor Bett

Afinal, só sete municípios confirmaram presença:

Criciúma.

Joinville.

Jaraguá do Sul.

E Blumenau (justamente pela ordem, os quatro primeiros colocados do último estadual Sub 17).

E ainda:

Rio do Sul.

São José.

Itajaí.

Dessa forma, a competição, no Vasto Verde, entre os dias 20 e 24, não vai contar pontos na classificação geral.

Time de Criciúma, campeão estadual Sub-17. Foto: Reprodução/Internet

O paradoxo é que o Campeonato Catarinense Adulto conta com apenas quatro representantes:

Blumenau.

Joinville.

Itajaí.

Florianópolis.

Mesmo com o essencial apoio logístico e financeiro da Federação, o trabalho do basquete feminino, que por aqui é referência graças ao incansável trabalho da Associação de Pais, precisa ser estudado.

Ipiranga será a casa do basquete masculino. Foto: Reprodução/Internet

Por sua vez, o basquete masculino contará com 14 times – no estadual adulto são 10.

A sede será no Ipiranga no bairro Itoupava Seca.

Jogos de 20 a 25 de setembro.

Pista do Sesi está sem condições de receber a competição. Foto: Emerson Luis

O atletismo vai para Timbó.

Nos dias 21, 22 e 23.

A pista do Sesi não tem condições de receber nenhum evento oficial.

Virou refém da municipalização.

Provas de atletismo serão em Timbó. Foto: Reprodução/Internet

O BMX (bicicross) também não será em Blumenau.

Afinal, não temos pista.

O projeto ainda está no papel.

Para ser executado no Parque das Itoupavas.

Por ora, o skate é prioridade.

Pista de BMX continua no papel. Arte: Reprodução/Internet

Enquanto isso, Brusque quebra o galho.

Os pegas acontecem no próximo dia 22.

Bicicross será na pista de Brusque. Foto: Ricardo Lana

Inevitável não lembrar do “legado” dos Jogos Abertos de Blumenau de 2013.

A decantada pista de BMX da rua 1º de janeiro, na Itoupava Norte.

Construída às pressas.

Abandonada na mesma velocidade.

A Associação de Bicicross Vale Europeu fez a manutenção por um tempo.

Cansou de promessas.

Seguiu em frente.

Firmou parceria com o CT Valmor Hausmann, no Fidélis.

Um local particular e de excelência que vai abrigar o Cross Country dos Joguinhos, dia 19.

Mountain Bike será no CT Valmor Hausmann. Foto: Reprodução/Internet

Ainda sobre o ciclismo.

A República Argentina vai receber as provas Contra Relógio Individual e Resistência.

Dias 20 (terça) e 21 (quarta).

Das 9h30 às 13h.

Próximo ao Ambulatório Geral.

A rua vai ser fechada no sentido centro-bairro, no trecho Ponte dos Arcos/Anel Viário Norte.

Mas será possível transitar pela pista contrária.

Provas de ciclismo vão acontecer na República Argentina. Foto: Michele Lamin.

O futebol masculino terá 16 times.

O Metropolitano vai defender Blumenau.

Metropolitano vai representar Blumenau no futebol. Foto: CA Metropolitano

As partidas seguem até dia 20 nos campos do Grêmio (Itoupavazinha), Alvorada e Atlético (Itoupava Central), Canto do Rio (Progresso), Vasto Verde (Velha), Caça e Tiro (Velha Central), Floresta e Vera Cruz (Pomerode) e Complexo Esportivo do Sesi.

Sesi é um dos locais do futebol. Foto: Emerson Luis

Já o futebol feminino conta com 11 equipes.

Como o Metrô só tem elenco adulto, a cidade ficará sem representatividade.

A prioridade do clube é o campeonato estadual, que começa em outubro.

Time adulto de futebol feminino do Metropolitano. Foto: CA Metropolitano

As meninas vão enfrentar Juventus de Jaraguá do Sul, Pedra Branca de Palhoça, Criciúma e Kindermann/Avaí.

Turno único.

Os dois melhores fazem a final.

Os jogos como mandante serão no Estádio Guilherme Jensen na Itoupava Central.

Campeonato termina dia 19 de novembro. Arte: CA Metropolitano

Além do futebol masculino, o Complexo Esportivo do Sesi vai sediar futsal masculino e feminino (até dia 20), handebol masculino (20 a 25) e feminino (19 a 24), ginástica artística, natação (terminou nesta sexta-feira) e vôlei feminino que também acontece no Lúcio Esteves.

De domingo (18) até terça-feira (20) vai para o Galegão.

Futsal feminino começou quinta-feira no Sesi. Foto: Emerson Luis

O QG da Comissão Central Organizadora (CCO) da Fesporte também está instalado na Rua Itajaí.

Futsal masculino está sendo realizado no Sesi. Foto: Emerson Luis
Natação foi na piscina de 25m no SESI. Foto: Gaspar Nóbrega/COB

A ginástica artística merece um capítulo à parte.

Apesar do desgaste dos aparelhos (a foto com rasgos no tablado retrata bem a situação) ninguém em Santa Catarina possui tamanha estrutura.

Foi vendida a imagem de que Blumenau é Centro de Referência Nacional.

Até foi.

Lá no começo.

Porém faz tempo que não são repassados recursos federais e estaduais.

O espaço tem recebido vários eventos da Fesporte – este ano a Olesc aconteceu em Curitibanos, mas a ginástica foi aqui).

A ajuda para um novo tablado (que custa cerca de R$ 170 mil) foi prometida.

Continua apenas no discurso.

A Ablugo é quem faz a manutenção.

As apresentações acontecem neste sábado (17) e domingo (18).

Sesi também receberá a ginástica artística. Foto: Emerson Luis

Já a ginástica rítmica será na AABB, no bairro Ponta Aguda, nos dias 23, 24 e 25.

Ginásio da AABB vai receber a ginástica rítmica. Foto: Reprodução/AABB

Jiu-jitsu (17 e 18) e Taekwondo (24 e 25) serão na Escola Max Tavares do Amaral no bairro Itoupava Norte.

Parte da equipe de taekwondo que treina no CT Alves Valindolfo. Foto: Emerson Luis

Judô (23, 24 e 25) no colégio João Widemann, na Itoupava Norte.

Karatê (mesmo período) na Escola Lúcio Esteves, na Escola Agrícola.

Karatê terá como palco o ginásio da Escola Lúcio Esteves. Foto: Reprodução/Lúcio Esteves

Até domingo (18) tem tênis de campo masculino no Tabajara – o tênis feminino é outro que não teve número suficiente de participantes.

Tênis de mesa continua no Guarani, na Itoupava Norte, até segunda-feira (19).

Vôlei masculino nos ginásios do Lúcio Esteves e Galegão (20 a 25).

Vôlei de Praia na Associação dos Servidores Públicos Municipais, no bairro Salto (23 a 25).

Xadrez no Vasto Verde, na Velha (19 a 24).

Fase final do vôlei masculino será no Ginásio Sebastião Cruz. Foto: Reprodução/Internet

É uma questão de honra para Blumenau, atual campeão, vencer os Joguinhos Abertos.

A disputa com Joinville é ferrenha.

São 14 títulos para cada um.

Florianópolis com duas conquistas é quem chega mais perto.

Joinville é novamente o principal rival.

Itajaí, Jaraguá do Sul, Criciúma e a capital correm por fora.

Blumenau é o atual campeão dos Joguinhos. Foto: Reprodução/Secom

O evento está movimentando a nossa economia.

São 25 mil diárias nos hotéis – 2500 por dia, em média.

Bares, lanchonetes, restaurantes, comércio de rua, shoppings…

Todos ganham com um evento esportivo.

Ao mesmo tempo poucos apoiam no dia a dia.

No caso específico dos Joguinhos, existe um interesse sazonal.

Esporte nunca foi a prioridade da maioria.

Centro de Blumenau. Foto: Alex Engenheiro (canal no YT)

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com