InícioIndaialAcusado de matar enteada em Indaial é condenado a mais de 20...

Acusado de matar enteada em Indaial é condenado a mais de 20 anos de prisão

O Tribunal do Júri julgou na última quarta-feira (31) o caso do padrasto que estrangulou a enteada de 15 anos em Indaial. A condenação foi de 24 anos de reclusão em regime fechado pelo crime de homicídio qualificado com as atenuantes de feminicídio, motivo torpe, emprego de asfixia e uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

O crime aconteceu em 16 de fevereiro quando Rodrigo Pereira Correa, de 25 anos, atleta de jiu-jitsu, aplicou um golpe “mata leão” e depois usou o cabo de carregador de um celular para asfixiar Jenifer Sepanhaki. O corpo da jovem foi encontrado pela Polícia Militar na casa em que vivia, na Rua 14 de Outubro, no bairro Carijós.

Segundo a mãe de vítima, que trabalhava em Rio dos Cedros no momento do crime, Rodrigo a ligou informando o ocorrido. Ele foi preso no mesmo dia, horas depois do corpo da jovem ser encontrado. Em depoimento o condenado admitiu que agiu para se vingar da esposa (mãe da vítima), que supostamente teria lhe traído.

Rodrigo, que já cumpria prisão preventiva, teve o direito de recorrer em liberdade negado. O Juízo entendeu que os motivos que levaram a prisão continuam vigentes, dado “a periculosidade social do réu”, diz a sentença. 

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com