InícioGasparSábado tem mutirão contra a dengue em Gaspar; cidade registra maior número...

Sábado tem mutirão contra a dengue em Gaspar; cidade registra maior número casos da história

Em apenas oito meses, 2022 tornou-se o ano com o maior número de casos de dengue na história de Gaspar. Até o momento, são 119 casos identificados no município. Por esse motivo, neste sábado (20) vai ter um mutirão de limpeza no Bairro Coloninha. A ação começa na Rua Frei Canísio, com partida do Centro de Convivência do Idoso, às 8h.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Ruas do mutirão

As ruas contempladas serão: Frei Canísio; Afonso Eberhardt; José Lanznaster; Maria da Silva; Francisco Pamplona; Martins F. Eberhardt; Juvencio José dos Santos; Francisco Eberhardt; Otto Pawlowsky; Hilário dos Santos; Júlio Zimmermann; Alicio Hugo Hostins; Francisco Andrietti e Francisco Wessling.

Todas as ruas consideradas de alto risco para a contaminação de dengue.
A Secretaria de Saúde reforça a necessidade de a comunidade ajudar com o mutirão, seja deixando os agentes de endemias (conheça o quadro funcional de agentes Conheça os agentes de endemias ) entrarem nos locais para eliminarem os focos do mosquito da dengue, ou até mesmo auxiliar na eliminação de água parada.

De acordo com o secretário de Saúde, Francisco Hostins Júnior, esse é o melhor momento para eliminar os focos. “Muita gente deve estar pensando que finalmente o mosquito vai morrer e a dengue vai acabar com o inverno. Porém, a única coisa que ocorre é que as temperaturas diminuem e as larvas dos ovos já depositados podem aguardar até 450 dias para desenvolverem e darem origem a um novo inseto”, explica.

“Neste momento, trabalhamos para minimizar uma situação semelhante ou até mesmo pior no próximo verão. Pedimos para que a população não relaxe nesta época do ano e que continue focada na eliminação dos focos, ovos e larvas. O mosquito não pode ter essa chance”, complementa o secretário.

Dengue em Gaspar

Foram registrados 119 casos de dengue desde o início do ano. Além disso, 10 casos seguem em investigação e o número de focos do mosquito transmissor de doenças como a dengue, Zika e Chikungunya está em 357.

Bairros infestados

Os Bairros considerados infestados pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) são: Bela Vista (sendo o bairro com maior número de focos encontrados), Centro, Santa Terezinha, Sete de Setembro e Coloninha.

Transmissão

A dengue é transmitida pela fêmea do mosquito Aedes aegypti e os sintomas podem ser: febre alta, dor atrás dos olhos, dor muscular intensa. Em caso de suspeita, a pessoa deve procurar a unidade de saúde mais próxima para os devidos encaminhamentos. Em casos de dengue hemorrágica, o paciente necessitará de suporte hospitalar.

Como evitar a proliferação do mosquito

Leia mais notícias de Blumenau e região:

Santa Catarina registra neve e menor temperatura de 2022

Homem morre em acidente envolvendo carro e caminhão na BR-470 em Apiúna

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com
Dengue: saiba como eliminar os criadouros do mosquito