InícioSanta CatarinaCiclone em SC: Corpo de Bombeiros dá dicas para se prevenir de...

Ciclone em SC: Corpo de Bombeiros dá dicas para se prevenir de possíveis estragos

Um ciclone extratropical deve provocar chuva intensa e vendavais em Santa Catarina de terça (9) a quarta-feira (10). Com isso, há risco de alagamentos, deslizamentos e enxurradas, além de destelhamentos, quedas de árvores e galhos e danos na rede elétrica.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Para saber como se prevenir de possíveis estragos, o Corpo de Bombeiros Militar divulgou uma série de ações que podem ajudar os moradores a se resguardar. Confira as dicas:

Áreas alagas ou em caso de inundações:

  • fique atento aos boletins climáticos e observe a os níveis dos rios;
  • procure informações em sites oficiais e também nas emissoras de rádio e televisão locais, com informações atualizadas;
  • se você mora em locais de risco de alagamentos ou inundações deixe as portas e janelas da sua residência sempre fechadas;
  • verifique se há acúmulo de lixo de sedimentos (troncos, árvores e materiais diversos) que possam bloquear o curso de rios, riachos ou bueiros nas ruas da vizinhança;
  • verifique se o ralo de drenagem da sua residência não está entupido;
  • organize objetos pessoais em um saco plástico e deixe a pronto emprego (documentos, remédios de uso contínuos e algumas peças de roupa);
  • não deixe animais de estimação presos em canis ou áreas que possam ser afetadas;
  • evite o uso de velas e de materiais combustíveis, pois eles podem ocasionar um incidente ou até mesmo provocar um incêndio;
  • tenha em mãos lanternas e pilhas sobressalentes;
  • descubra quais estradas e rodovias são afetadas por inundações e escolha uma rota para evitá-las em caso de evacuação;
  • estabeleça planos de comunicação com familiares e conhecidos para trocarem informações em caso de emergência.

Caso os níveis de água comecem a atingir sua localidade:

  • eleve os móveis e retire os aparelhos eletroeletrônicos da tomada. Se possível, desocupe sua residência;
  • desligue a energia elétrica, o gás e também a rede de água;
  • avise seu vizinho que você está desocupando a residência;
  • procure um local abrigado, seja na casa de familiares, de um amigo ou até mesmo um abrigo fornecido pela Prefeitura;
  • não ande em áreas alagadas e não transite com seu veículo, pois essas águas podem encobrir obstáculos e também perigos;
  • não deixe crianças brincando em águas inundadas e nem reaproveite essas águas, pois elas podem estar contaminadas e podem provocar doenças;

Prevenção em vendavais:

  • revise a resistência da casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado e a amarração das telhas no madeiramento, se tiver;
  • feche bem janelas, basculantes, portas de armários, evitando canalizações de ventos no interior da residência. Feche persianas, cortinas, blecautes para, no caso de quebra de algum vidro de janela, os estilhaços não sejam lançados e espalhados pelo cômodo, podendo atingir algum morador;
  • mantenha distância de janelas, vidros e objetos perfurocortantes;
  • desligue os aparelhos elétricos e feche o registro do gás de cozinha, evitando agravamentos no caso de queda de árvores;
  • abaixe para o piso todos os objetos que possam cair;
  • prenda ou remova objetos soltos, de forma a evitar que, sob a ação do vento, se convertam em projéteis que possam ser lançados contra estruturas, edificações ou equipamentos;
  • mantenha as árvores de sua casa bem cuidadas e podadas;
  • evite ficar próximo a precipícios, encostas ou lugares altos sem proteção;
  • não se abrigue debaixo de árvores ou em frágeis coberturas metálicas;
  • não pratique esportes aquáticos ou influenciados pelo vento, como surf, windsurf, kitesurf, rapel e rafting.

Depois do vendaval:

  • avaliar as condições de edifícios e estruturas antes de acessá-los, de forma a
    garantir que sua integridade estrutural esteja preservada;
  • afastar-se de riscos potenciais, como cabos elétricos energizados, vidros quebrados,
    metais pontiagudos, áreas com vazamentos ou derramamentos de materiais perigosos,
    líquidos ou gases inflamáveis, e áreas instáveis com risco de colapso estrutural;
  • jamais pendure-se para prender lonas sem escadas adequadas ou equipamentos, evitando o risco de quedas.

Leia mais notícias de Blumenau e região:

Identificado homem que morreu em acidente na BR-470 em Indaial

Justiça destina quase R$800 mil a entidades sociais de Blumenau e região

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com