InícioBlumenauTrabalhadores dos Correios fazem paralisação em Blumenau

Trabalhadores dos Correios fazem paralisação em Blumenau

Trabalhadores dos Correios de Blumenau fazem uma paralisação na manhã desta sexta-feira (1º). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares de Santa Catarina (Sindect/SC), a categoria protesta contra a implantação de um banco de horas e contra as más condições de trabalho.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Conforme o diretor do Sindect/SC, Luciano Alves, 22 dos 40 funcionários do Centro de Distribuição Domiciliar (CDD) da Rua Antonio Treis, no bairro Vorstadt, participam da paralisação, que acontece em frente ao prédio do respectivo CDD. Segundo ele, os funcionários do CDD Norte (localizado na Rua Paris, no bairro Itoupava Norte) não foram afetados e não participam do movimento.

“A empresa implantou um banco de horas de forma irregular, sem falar com a categoria, que sempre trabalhou em esquema de hora extra“, explica Luciano. “Também aumentou a trajetória percorrida pelo carteiro, mais uma vez sem negociação. Ou seja, fez um esquema que prejudica o carteiro, que não consegue fazer todas as entregas“.

Além disso, Luciano diz que os carteiros que fazem entregas em furgões estão saindo do CDD com uma quantidade acima do “viável”. “Os trabalhadores saiam com 120, 130 mercadorias para entregar por dia. Agora, saem com até 300 mercadorias, com sobrecarga, e não conseguem fazer todas as entregas. Isso também prejudica o cliente, que sabe quando a encomenda sai para a entrega, mas não a recebe durante o dia devido a sobrecarga”, afirmou.

Conforme Luciano, os problemas começaram há aproximadamente dois meses. “Já tentamos negociar, conversar com a empresa, mas nada foi feito. Pelo contrário, só piorou. Por isso estamos fazendo essa paralisação, para que nossas reinvindicações sejam atendidas”, finalizou.

A manifestação em frente ao CDD terminou por volta das 13h30, mas os trabalhadores só retornarão às atividades no sábado (2). Conforme o sindicato, os representantes da empresa não fizeram contato com os funcionários – ou seja, não houve diálogo entre as partes. Novas paralisações não estão descartadas.

A reportagem tentou fazer contato por telefone com a Superintendência dos Correios em Santa Catarina, que fica localizada em Florianópolis, mas não teve sucesso até a publicação desta reportagem.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com