InícioBlumenauBlumenau registra a sétima morte por dengue em 2022

Blumenau registra a sétima morte por dengue em 2022

Blumenau confirmou nesta terça-feira (5) mais uma morte provocada pela dengue em 2022. A vítima é um homem de 71 anos que morreu no último dia 22 de maio. A confirmação veio após investigação feita pelo Serviço de Vigilância Epidemiológica da cidade. Agora são sete mortes registradas neste ano. Além disso, três moradores de Blumenau estão internados em hospitais da cidade com suspeita de dengue. Todos estão em enfermaria.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Números da dengue em Blumenau

Blumenau registra do início do ano até agora um total de 8.695 casos confirmados de dengue na cidade. O número representa 660 a mais do que registrado na última terça-feira (28) de junho, quando a cidade contabilizava 8.035 casos da doença – o que representa um aumento de 8,21% em uma semana. Até o momento, a cidade totaliza 2.944 focos do mosquito Aedes aegypti.

Blumenau vive epidemia de Dengue

A caracterização de epidemia ocorre pela relação entre o número de casos confirmados e de habitantes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) define o nível de transmissão epidêmico quando a taxa de incidência é maior de 300 casos de dengue por 100 mil habitantes. Em Blumenau, essa confirmação veio porque o município ultrapassou a marca de 1.050 casos confirmados da doença.

Como evitar a proliferação do Aedes aegypti:

Denúncias
A população também pode denunciar locais com possíveis focos do mosquito, entrando em contato com o Programa de Combate à Dengue, por meio do OuvidorSUS no telefone 156 (opção 4) ou pelo telefone 3381-7770. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Leia mais notícias de Blumenau e região:

Fitub divulga programação de espetáculos para edição de 2022

WhatsApp testa função para tirar status “online”

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com
Dengue: saiba como eliminar os criadouros do mosquito