InícioBlumenauCaso Bianca: Justiça aceita recurso e aumenta pena de Everton Balbinott

Caso Bianca: Justiça aceita recurso e aumenta pena de Everton Balbinott

Everton Balbinott de Souza, condenado pelo assassinato da artista plástica Bianca Wachholz em Blumenau, teve sua pena aumentada pela Justiça. Ele havia sido inicialmente condenado a 26 anos, um mês e cinco de prisão. O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), porém, reavaliou a sentença e aumentou a pena para 27 anos de prisão.

• Clique aqui e faça parte do nosso grupo de notícias no WhatsApp

Balbinott foi condenado pelos crimes de feminicídio, por motivo torpe, com recurso que dificultou a defesa da vítima e na frente da mãe da jovem. Além disso, também foi condenado também pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e ameaça. O julgamento ocorreu no dia 23 de outubro de 2019.

O pedido de reavaliação da pena foi feito pelo assistente de acusação, o advogado Alexandro Roberto Maba, e pelo promotor Odair Tramontin, representante do Ministério Público (MPSC), que não concordaram com sentença do Tribunal do Júri. A solicitação foi atendida pelo relator da matéria, o desembargador Ariovaldo Rogério Ribeiro da Silva, que aumentou a pena do condenado.

O crime

Bianca Wachholz foi morta no dia 25 de julho de 2018, na casa dos pais, no bairro Itoupava Central. O crime foi presenciado pela mãe da vítima, Sônia Lima. Segundo testemunhas, Everton não aceitava o fim do relacionamento. Um dia antes de cometer o homicídio, o acusado já havia ameaçado a vítima dizendo que a mataria colocando uma arma em sua cabeça.

Bianca, assustada e com medo, foi até a casa dos pais e naquele mesmo dia enviou um áudio pelo WhatsApp a um amigo do casal relatando tudo o que havia acontecido e disse que registraria um boletim de ocorrência. Cerca de uma hora depois, Everton pulou o muro da residência. A artista plástica disse à mãe que ouviu alguém entrando.

Ao abrir a porta da cozinha, Sônia se deparou com o ex-companheiro da filha e convidou ele para entrar. Em seguida, Bianca apareceu no corredor e perguntou se Everton estava armado. Naquele momento, ele sacou o revólver e perseguiu a vítima, que se desequilibrou e caiu no chão do banheiro. Foi aí que ele fez um único disparo no rosto de Bianca, que morreu na hora.

O ex-namorado fugiu e se apresentou à polícia um dia após cometer o crime, prestou depoimento e foi liberado. Porém, a polícia representou pela prisão preventiva do suspeito e assim que a Justiça emitiu o mandado, Everton foi preso, no dia 27 de julho, na casa de um parente. Desde então, ele está detido no Presídio Regional de Blumenau.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com