InícioBlumenauGrupos de blitz: "Um desserviço que eles prestam à sociedade", dizem autoridades...

Grupos de blitz: “Um desserviço que eles prestam à sociedade”, dizem autoridades de segurança  

Durante a semana nós denunciamos e mostramos as consequências que podem acontecer para quem participa de grupos de blitze em aplicativos de mensagens como o Whatsapp

Eles se tornaram inimigos dos órgãos de segurança pública. Para um trânsito e uma sociedade mais segura é preciso a contribuição de todos. Ao fazer parte destes grupos as pessoas se tornam cúmplices de possíveis crimes. É o que explica o policial rodoviário federal, Manoel Fernandes Bitencourt.

“É um ato criminoso, você está cometendo um crime, você está se aliando a pessoas que cometem delitos a pessoas que cometem infrações. E não é assim que se melhora a sociedade, enquanto as pessoas deixarem de se colocar ao lado dos órgãos de segurança pública nunca vamos ter uma sociedade realmente bem organizada onde as pessoas cumpram com os seus deveres” completou. 

Veja também:

Grupos de blitz: prática ilegal atrapalha e desafia autoridades de segurança

Grupos de blitz: avisar onde tem fiscalização é crime 

Quando alguém avisa sobre uma blitz, está interferindo na fiscalização. Logo, poderá ser penalizado por atentar contra a segurança pública, previsto no artigo 265, do Código Penal.

Ouça a abaixo áudios que foram enviados nestes grupos: 

“O resultado desses grupos é o desserviço que eles prestam à sociedade, pois atrapalham todo o serviço da segurança pública e os únicos beneficiados são os infratores e criminosos”, disse o diretor de Trânsito da Seterb, Sérgio Antônio Martinez Junior. 

Então na próxima vez antes de enviar uma mensagem alertando sobre uma fiscalização coloque a mão na consciência e contribua para um trânsito e uma sociedade mais segura onde todos saem ganhando.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com