InícioGeralProdutos falsificados são apreendidos em lojas e no camelô de Blumenau

Produtos falsificados são apreendidos em lojas e no camelô de Blumenau

Notícia atualizada às 16h37min

Produtos falsificados foram apreendidos nesta quinta-feira (6), em Blumenau, em uma operação conjunta entre o Procon de Santa Catarina, o Procon da cidade e a Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil. Os materiais estavam à venda em quatro lojas e também no camelódromo da Rua Nereu Ramos, no Centro. Não foram divulgados os nomes dos estabelecimentos.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Entre os itens recolhidos há óculos de sol (réplicas da Ray-Ban, Oakley e Dior), camisas, bonés, perfumes, relógios, cintos e mochilas, que teriam sido reproduzidos sem autorização das marcas. Procuradores das empresas no Brasil acompanharam os trabalhos, que começaram no período da manhã e terminaram à tarde. A quantidade de produtos apreendidos ainda está sendo contabilizada.

De acordo com o coordenador do Procon de Blumenau, André Cunha, a operação foi desencadeada depois que representantes das empresas apresentaram denúncias ao Procon estadual. “Foram lavrados autos de infração contra os estabelecimentos, que também serão multados pelo Procon de Santa Catarina”, declarou Cunha à equipe de jornalismo do Portal Alexandre José.

Crimes

As condutas referentes ao comércio de produtos falsificados ou pirateados estão tipificadas no Código de Propriedade Industrial, que prevê pena detenção de três meses a um ano;  na lei das relações de consumo, com pena de dois a cinco anos ou multa; por fraudes no comércio, previsto no Código Penal Brasileiro, e ainda por infrações praticadas dentro do Código de Defesa do Consumidor.

Risco aos consumidores

Os produtos originais são fabricados obedecendo à legislação brasileira e controle das agências de vigilância sanitária, para garantir sua segurança e eficácia. Já os produtos falsos não passam por esse controle e não têm as mesmas garantias dos originais, além de não atender as especificações técnicas de fabricação, higiene e segurança.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com