InícioSaúdeGaspar começa a vacinar crianças contra a Covid-19 nesta quarta-feira

Gaspar começa a vacinar crianças contra a Covid-19 nesta quarta-feira

A partir desta quarta-feira (19), Gaspar começa a vacinação contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos, com comorbidades (confira lista abaixo). A aplicação será organizada por escalonamento de idade, ou seja, menores com idade de 10 e 11 anos serão as primeiras a receber a vacina da Pfizer, um imunizante diferente do utilizado na população maior de 12 anos. É uma versão pediátrica, com composição e concentração específica para esta faixa etária.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

A ação será realizada na Central de Vacinação, no Centro de Conveniência do Idoso, das 13h30 às 16h, na Rua Frei Canísio, no bairro Coloninha. A vacina só será aplicada com a presença dos pais ou responsáveis. São 400 doses disponíveis neste primeiro momento. Na quinta-feira (20), crianças com comorbidades com idade entre 8 e 9 anos serão imunizadas e na sexta-feira (21) crianças com 5, 6 e 7 anos.     

Para que as crianças sejam vacinadas, elas devem ser acompanhadas dos pais e/ou responsáveis. Em caso de ausência, a vacinação pode ser realizada mediante apresentação de um termo de consentimento por escrito. Além disso, é obrigatória a apresentação de documentos como: CPF, certidão de nascimento ou RG, comprovante de residência e caderneta de vacinação da criança.

Uma das principais recomendações adotadas pela Secretaria Estadual da Saúde, é que a vacina contra a Covid-19 não seja aplicada ao mesmo tempo em que outras vacinas de rotina do calendário infantil, sendo necessário aguardar um intervalo de 15 dias entre a dose da vacina contra a Covid-19 e as demais vacinas.

Lista de comorbidades

a) Diabetes mellitus e doenças metabólicas hereditárias (doença de Gaucher,mucopolissacaridoses e outras)

b) Doenças pulmonares crônicas (asma grave, fibrose cística, fibroses pulmonares, broncodisplasias)

c) Cardiopatias congênitas e adquiridas

d) Doença hepática crônica

e) Doença renal crônica

f) Doenças neurológicas crônicas (paralisia cerebral, doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; deficiência neurológica grave)

g) Imunossupressão congênita ou adquirida (incluindo HIV/Aids, câncer, transplantados de órgãos sólidos e medula óssea e pacientes em uso de terapia imunossupressora devido à doença crônica como doenças reumatológicas e doenças inflamatórias intestinais – Crohn e colite ulcerativa)

h) Hemoglobinopatias (anemia falciforme e talassemia maior)

i) Obesidade grave (IMC: escore z>+3)

j) Síndrome de down

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com