InícioEmerson LuisEsporte: Estamos todos no limite, por Emerson Luis

Esporte: Estamos todos no limite, por Emerson Luis

Pancadaria entre torcidas organizadas de Gama e Brasiliense, no Estádio Mané Garricha, em Brasília.

Enfrentamento de membros de organizadas de Gama e Brasiliense. Foto: Reprodução/Internet

Invasão de campo em Barueri no jogo São Paulo e Palmeiras pela Copa São Paulo.

Uma faca atirada da arquibancada é encontrada no gramado – teria entrado dentro de uma marmita.

Torcedor do São Paulo é contido pelo jogador Caio. Foto: Reprodução/Internet

Conflitos em alguns bairros de Curitiba entre torcedores de Athletico e Paraná.

Brigas no Estádio Regional Willie Davids envolvendo torcedores do Maringá e da capital novamente.

Selvageria em Natal, no Rio Grande do Norte.

Uniformizadas de América e ABC tomam conta de em um trecho da BR-101 na capital potiguar e transformam o local em um campo de batalha em plena luz do dia.

Tudo isso apenas em janeiro.

Temos mais um fim de semana pela frente.

Material encontrado com torcedores do América-RN. Foto: Sara Cardoso/Inter TV Cabugi

Em 2003, o governo brasileiro sancionou o Estatuto do Torcedor.

O objetivo era diminuir a onda de violência e instituir os direitos e deveres de quem frequenta os estádios. 

Pouco ou quase nada mudou.

Briga entre as torcidas de ABC e América perto da Arena das Dunas em 2018. Foto: Reprodução/Internet

Outubro de 2021.

Inconformados com o iminente rebaixamento do time, gremistas invadem a Arena em Porto Alegre.

Sobra para a cabine do VAR.

Invasão de torcedores do Grêmio na Arena. Foto: Raul Pereira/Estadão

2013.

Arena Joinville.

Torcedores de Atlético Paranaense e Vasco produzem uma das maiores pancadarias da história.

Estádio da Arena em Joinville foi palco da pancadaria. Foto: Pedro Kirilos/Agência O Globo

Há quem afirme que nada supera a batalha do Pacaembu.

1995.

Final da Supercopa Junior.

Palmeiras e São Paulo.

102 pessoas feridas.

Uma morte.

Violência no Pacaembu em 1995. Foto: Gazeta Press

Dezembro de 2009.

Barbárie cometida por torcedores do Coritiba no Couto Pereira.

O Fluminense escapa do rebaixamento.

E o coxa cai.

Estádio Couto Pereira em Curitiba. Foto: Valterci Santos/Gazeta do Povo

Um doutorando em Educação e pesquisador sobre assuntos relacionados à torcida no futebol, afirmou que “o ambiente do futebol possibilita essas manifestações, mas é um reflexo de uma sociedade que banaliza a violência e isso se materializa também nas arquibancadas”.

Não dá para comparar.

Porém dá para associar.

A diferença está na intensidade da violência (física ou psicológica) de cada ação.

Não é preciso ser bacharel ou PHD para enxergar que estamos no limite.

A pandemia veio para testar nossa (in) paciência e (in) sanidade.

Ela é democrática.

Atinge todos.

Anônimos e famosos.

Pobres e ricos.

De dinheiro e de espírito.

Yasmin Brunet e Gabriel Medina. Foto: Reprodução/Instagram

Quando o tricampeão mundial de surf Gabriel Medina anunciou que não participaria das primeiras etapas do circuito para cuidar da sua saúde mental, muita gente não entendeu o diagnóstico.

Ou achou que pessoas bem sucedidas não têm crises (ansiedade ou depressão).

O surfista acabou de se separar da modelo Yasmin Brunet.

Típico casal perfeito!

Que só existe em redes sociais.

A propósito, o que tem de conhecidos se separando é assustador.

Medina brigou com a mãe, com o padrasto.

Tentou seguir em frente, mas não deu.

Uma história não desaparece simplesmente.

Remédios só mascaram a angústia e a inquietação na cabeça e no coração.

Todos temos ou ainda vamos ter intrigas com familiares.

Só o endereço muda.

O isolamento ao invés de unir, dividiu.

Ou mostrou nossa verdadeira face.

Encontro da Patota 5ª Tentativa. Foto: Arquivo pessoal

As provações são diárias.

Os escapes (a resenha com os parceiros na patota, o encontro de casais ou amigos, uma ou outra atividade física) são necessários.

Diria que até obrigatórios.

Para não surtar.

Além da fé no Criador e da sua promessa de que tudo passa, tudo passará.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com