InícioJustiçaCaso Bernadete: júri popular é cancelado após juíza testar positivo para Covid-19

Caso Bernadete: júri popular é cancelado após juíza testar positivo para Covid-19

O julgamento de José Natalino Rufino, suspeito de matar Bernadete Libardo dentro da própria casa, há pouco mais de dois anos em Blumenau, foi cancelado após a juíza que presidiria a sessão, Jéssica Évelyn Campos Figueredo Neves, testar positivo para o coronavírus. O júri popular, que estava agendado para esta quinta-feira (20), ainda não tem nova data marcada. Enquanto isso, o réu seguirá preso.

O crime

Por volta das 13h do dia 16 de outubro de 2019, as câmeras de segurança de um vizinho flagraram Rufino entrando na casa da ex-companheira, de 59 anos, saindo minutos depois. Foram as filhas quem encontraram a mãe morta dentro da própria casa, próximo às 21h30.

Foi necessário que o namorado de uma delas arrombasse a entrada para acessar o interior do imóvel. Ao entrar, eles viram o corpo no chão, enrolado em uma rede de descanso, com sangue ao redor. Segundo a família, Bernadete estaria sendo perseguida pelo ex-companheiro, já que ele não aceitava o fim do relacionamento.

Após o crime, José fugiu para uma cidade do interior do Paraná, mas se apresentou no Fórum de Blumenau no dia 21 de janeiro – cinco dias após o crime. Ele foi preso após prestar depoimento e segue no presídio desde então.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com