InícioNutriçãoNutrição: como saber se o consumo de sódio está elevado, por Jaine...

Nutrição: como saber se o consumo de sódio está elevado, por Jaine da Silva

É normal ouvir que o sódio é um vilão na nossa rotina alimentar. Porém, o sódio é um elemento químico que desempenha diversas funções importantes no organismo, como muitos outros compostos como minerais e vitaminas. Mas, quando consumido em excesso, pode sim se tornar um vilão.

O sódio é responsável pela manutenção da saúde cardíaca, ajudando a controlar o ritmo cardíaco e o equilíbrio de água no corpo. Além disso, também faz contrações musculares, como as do coração, por exemplo.

Quando consumimos em excesso esse elemento, todas essas funções importantes que o sódio é responsável ficam desreguladas, trazendo complicações para o organismo. A consequência mais conhecida é a hipertensão, que é um problema de saúde muitas vezes grave, por ser uma doença crônica e ser porta de entrada para outras complicações.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Outros problemas cardíacos também surgem quando ingerimos muito sódio em nossa rotina. Assim como problemas renais, devido ao fato de o rim ficar sobrecarregado por esse composto. É preciso se atentar ao consumo de alguns componentes que são as maiores fontes de sódio como o sal, que a principal fonte. Mas além do sal em si, os produtos industrializados também contam com muito sódio em sua composição, principalmente os embalados como congelados, salgadinhos, bolachas recheadas e refrigerantes.

O sódio não está apenas associado aos produtos salgados, nos processados é muito comum encontrar e nos doces também, pelo fato de ajudar na conservação dos alimentos. Por isso, quem tem a base alimentar em produtos congelados e lanches prontos, geralmente tem os níveis de sódio mais altos e mais risco de desenvolver problemas de saúde.

A recomendação de sódio indicada pelos nutricionistas é de em média 1,5 gramas ao dia para adultos. Para idosos e crianças esse número diminui um pouco. Tudo o que passa disso é excesso. Uma dica importante é ficar atento nos rótulos quando ir às compras no mercado, observar na tabela nutricional a quantidade de sódio que uma porção daquele produto possui.

Por exemplo, ao comprar um salgadinho de 400 gramas, desse total a tabela nutricional está falando apenas de uma parte do produto. Então é preciso avaliar a quantidade de sódio que um pacote todo vai ter. Provavelmente o total vai passar da recomendação diária e muitas vezes até da semana toda.

É sempre importante lembrar também que esse não vai ser o único alimento com sódio que vai ser consumido durante todo o dia. O segredo é sempre a alimentação mais natural possível, assim não se tem erro nos níveis de sódio no organismo.

Jaine da Silva (CRN 10 9016) é nutricionista formada pela Universidade Regional de Blumenau (Furb). Atua na área de alimentação escolar no município de Petrolândia e na área clínica em Petrolândia, Ituporanga e região, de forma presencial e on-line.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com