InícioNutriçãoNutrição: fazer atividade física em jejum funciona? Por Jaine da Silva

Nutrição: fazer atividade física em jejum funciona? Por Jaine da Silva

O jejum é uma estratégia muito usada por quem deseja perder peso. Aliado à exercícios, pode ser potencializado, mas para colocar em prática essa técnica é necessário atenção e também acompanhamento de profissionais. O jejum pode impactar tanto de forma positiva, quanto negativa ao longo do dia no desempenho físico e na saúde do organismo. Tudo isso varia de pessoa para pessoa.

Ao treinar em jejum é necessário avaliar como o corpo reage. Analisar a energia e disposição durante o dia e no treino. Verificar se existe desconforto, tontura e fraqueza durante a prática de exercícios e também depois. Muitas pessoas optam pelo treinamento sem se alimentar por diversos motivos, desde o fato da falta de tempo para comer antes do treino ou por não se sentir bem. Portanto, é preciso verificar a situação de cada organismo.

É preciso também avaliar qual o tipo de atividade praticada. Dependendo do exercício, o jejum se aplica melhor. As atividades aeróbicas, que aceleram mais o ritmo cardíaco, apresentam ótimos resultados de emagrecimento quando aliadas ao jejum. Outro exercício muito praticado em jejum é a musculação. Assim como todas as outras, nessa modalidade também é necessário avaliar como o corpo responde e como esse jejum está sendo feito, principalmente qual a última refeição feita e qual o horário.

Na maioria dos casos, o treino é feito na parte da manhã. Dessa forma, a última refeição foi na parte da noite. O que não pode ocorrer nessas situações é o alimento de pré-treino ser consumido muito tempo antes. Por exemplo, se o treino é às 6h, a última refeição não pode ter sido feita às 18h do dia anterior. Além de o corpo já estar muito tempo ser se alimentar, o esforço físico pode causar algum problema posteriormente, ao longo do dia. O ideal é fazer a última refeição algumas horas antes de dormir e com uma boa fonte de carboidratos.

A alimentação pós-treino também é outro fator importante, principalmente por conta de incentivar a recuperação muscular. Não é preciso comer imediatamente após a atividade, porém também não é indicado ficar muito tempo sem se alimentar. É recomendado fazer uma refeição em até duas horas. Isso porque o corpo precisa de fonte de energia para repor os nutrientes gastos.

Jaine da Silva (CRN 10 9016) é nutricionista formada pela Universidade Regional de Blumenau (Furb). Atua na área de alimentação escolar no município de Petrolândia e na área clínica em Petrolândia, Ituporanga e região, de forma presencial e on-line.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com