InícioGeralMaioria dos postos já está sem combustível em Blumenau, diz presidente do...

Maioria dos postos já está sem combustível em Blumenau, diz presidente do Sinpeb

A corrida por combustível em Blumenau vem ganhando novos capítulos. Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Blumenau (Sinpeb), Júlio César Zimmermann, a maioria dos postos da cidade já está sem combustível.

Procurado pelo Portal Alexandre José, o presidente do sindicato não soube afirmar quantos estabelecimentos estão nessa situação, mas declarou: “Caso não haja desbloqueio de rodovias, todos os postos da cidade estarão sem combustível nesta sexta-feira (10)”.

Segundo boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) às 10h20, porém, não há nenhum ponto de bloqueio registrado nas rodovias da região – diferente do observado no boletim divulgado às 6h, onde havia registro de bloqueios na BR-470 em Navegantes, Gaspar e Ascurra.

Trechos bloqueados nas rodovias federais de Santa Catarina:

Procura por combustível

A falta de combustível é reflexo de uma alta procura por parte dos consumidores, iniciada ainda na quarta-feira (8) após os bloqueios realizados por caminhoneiros nas rodovias de Santa Catarina. Longas filas foram registradas nas proximidades dos estabelecimentos – inclusive durante a madrugada desta quinta-feira (9).

A situação já foi confirmada em quatro postos da tradicional Rede Metas: JRX (Rua dos Caçadores), ML (Rua São Paulo), Herbie (Rua Floriano Peixoto) e Bella Vista (Gaspar). Segundo uma fonte interna, outros três postos da rede devem ficar sem combustível já nas próximas horas: Jensen (Itoupavazinha), VM (Rua das Missões) e GG (Ponta Aguda).

A alta procura também mobilizou um trabalho de fiscalização por parte do Procon, que começou a monitorar os preços cobrados nos postos de combustíveis. O Portal Alexandre José acompanhou o trabalho de uma equipe de fiscalização e conversou com o coordenador do Procon, André Moura da Cunha, que explicou como o consumidor deve proceder caso suspeite de preços abusivos.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com