InícioGeralIML de Rio do Sul volta a atender, após interdição da Vigilância...

IML de Rio do Sul volta a atender, após interdição da Vigilância Sanitária

Já está novamente funcionando o Instituto Médico Legal (IML) de Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí. A unidade, que foi interditada pela Vigilância Sanitária no dia 02 de agosto devido à problemas estruturais, voltou a atender ao público nesta última segunda-feira (13). Durante o período que ficou fechado, cerca de 20 casos precisaram ser direcionados para outras cidades da região.

“É uma situação bastante delicada, pois a gente deixou de fazer esses atendimentos, e em todos os casos as famílias, para fazerem a liberação dos corpos, tiveram que viajar para outra unidade do IML e ainda arcar com os custos de transporte”, comentou o responsável do IML de Rio do Sul, Kenzo Matsubara. A unidade cobre a segunda maior área de Santa Catarina, atendendo a 29 cidades. 

No inicio deste mês, autoridades se reuniram em Rio do Sul para planejar adequações no local, além de uma parceria para construir um novo prédio para o IML, mantendo alguns serviços no endereço atual. Entre as medidas, estão pias com acesso por pedais, geladeira nova e materiais de higiene apropriados, com o objetivo principal de priorizar a saúde dos profissionais que trabalham na unidade. 

Agora, a Prefeitura de Rio do Sul se comprometeu a ceder o terreno e executar a obra para construção de um novo prédio. Em nota oficial, a administração municipal informou que aguarda a definição para conseguir solucionar a situação, colocando à disposição do Governo do Estado dois pontos para a construção de um novo prédio para o IML. Confira abaixo a nota na íntegra:

A Prefeitura de Rio do Sul anunciou que vai doar um terreno para que um novo prédio para o IML de Rio do Sul. Mas enquanto isso, algumas adequações estão sendo realizadas para que o serviço seja reativado após interdição por parte da Vigilância Sanitária.

De acordo com o prefeito José Thomé, o município será parceiro do Estado para conseguir uma solução para um problema que afeta toda a comunidade do Alto Vale. Há uma discussão sobre qual terreno e área seria a ideal para a construção. A prefeitura colocou à disposição duas áreas: uma no bairro Progresso e outra na Barragem. Pelas dimensões e localização, o mais provável é que o Progresso seja utilizado, mas depende do projeto estrutural da obra que é definido pelo Estado.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com