InícioJustiçaCaso Daiana: TJSC nega recurso e acusado de matar ex-namorada vai a...

Caso Daiana: TJSC nega recurso e acusado de matar ex-namorada vai a júri popular

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) negou nesta terça-feira (21), em Florianópolis, recurso movido pela defesa de Neylor Eduardo de Siqueira Dias e confirmou que o réu por feminicídio irá a júri popular. Ele é acusado de assassinar a modelo e cabeleireira Daiana dos Santos da Silva, de 27 anos, em novembro de 2020 em Blumenau.

A defesa de Neylor alegou não haver motivos para que ele fosse levado a júri popular – conforme determinado pela Justiça em julho – e pediu a anulação de uma das qualificadoras atribuídas a ele. O Tribunal de Justiça, porém, negou ambas as solicitações e manteve a sentença proferida pelo juiz de primeiro grau. A data do julgamento ainda será marcada.

“A família já aguardava essa decisão”, declarou o advogado da família de Daiana, Alexandre Maba. “O Ministério Público por meio do doutor Flávio, instruiu toda a denúncia com um vasto conjunto probatório. Já no que se refere as provas produzidas na instrução processual, conseguimos demonstrar de forma cristalina ao Poder Judiciário todos os crimes praticados pelo acusado. Agora, aguardaremos a definição da data do julgamento do Tribunal do Júri, para que então sociedade blumenauense possa emitir sua decisão de condenação ou absolvição.”

O crime

Daiana foi morta na manhã de 26 de novembro de 2020 pelo ex-namorado com golpes de faca no estacionamento de um salão de beleza localizado na Rua Tocantins, na região central de Blumenau. A vítima estava chegando para trabalhar quando o suspeito invadiu o local e a atacou.

O Corpo de Bombeiros e o Samu chegaram a ser acionados, mas a mulher já estava sem vida. Segundo a proprietária do salão, Daiana trabalhava há cerca de dois meses no espaço. A Polícia Militar também foi chamada e o suspeito de cometer o crime foi preso minutos depois, no bairro Tribess, região norte de Blumenau.

Os familiares da vítima afirmavam que Neylor não aceitava o fim do relacionamento e teria tentado reatar o namoro armado com uma faca. Daiana recusou voltar e foi atacada por ele com golpes na região do peito. Neylor teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e segue no Presídio Regional de Blumenau aguardando julgamento.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com