InícioGeralTransporte coletivo: Sindetranscol descarta novas paralisações nas próximas 48h

Transporte coletivo: Sindetranscol descarta novas paralisações nas próximas 48h

Notícia atualizada às 11h51min

Novas paralisações no transporte coletivo de Blumenau estão descartadas nesta terça (3) e quarta-feira (4), afirmou o Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau (Sindetranscol) em entrevista coletiva realizada horas após o término de uma paralisação surpresa na cidade.

O estado de greve foi aprovado pelos trabalhadores do transporte coletivo em assembleia geral na última quarta-feira (28) na sede do sindicato, no Garcia. Na ocasião, a entidade alegou que a decisão foi tomada por conta da ausência de negociação coletiva de trabalho, incluindo o desrespeito da data-base firmada com a categoria, que é dia 1° de julho, quando já deveria estar assinada e em vigor a nova Convenção Coletiva de Trabalho para 2021/2022.

Assessor do Sindetranscol, Ricardo Freitas disse que a paralisação desta terça-feira aconteceu após a Blumob, empresa concessionária do transporte coletivo na cidade, voltar atrás e não comparecer em uma reunião agendada para a segunda-feira (2). “Ligamos para confirmar e disseram que entendemos errado, que a reunião seria realizada no dia 9”, acusou.

“Quando comunicamos o estado de greve na semana passada, avisamos que poderia haver paralisações a partir de domingo (1), 72 horas após a entrega do documento”, disse. “Como tínhamos agendado a conversa para ontem, não paralisamos. Mas como essa reunião não aconteceu, decidimos pela paralisação ontem, às 19h. Isso não permitiria que os RHs das empresas se agilizassem. Por questões de segurança, não avisamos da paralisação”.

Apesar de descartadas para as próximas 48 horas, novas paralisações podem ser realizadas a partir de quinta-feira (5) nos mesmos moldes da registrada nesta terça. Para que isso não ocorra, o sindicato aguarda uma conversa com representantes da Blumob e, de preferência, com intermédio do prefeito Mário Hildebrandt.

“Esperamos que a Blumob cumpra seu papel, que nos procure para negociar”, afirmou o presidente do sindicato, Osnir Schmitt. “Nosso objetivo não é paralisação, greve. Queremos sentar na mesa e negociar. Os ônibus vão rodar normalmente hoje e amanhã. Esperamos ser procurados pela empresa nesse prazo. É um absurdo não discutir o assunto. Não responder nada é um desrespeito com a categoria inteira, que está aguardando isso”.

Leia também: Prefeitura de Blumenau não foi informada sobre paralisação do transporte coletivo

O que diz a Blumob

Às 11h28min desta terça-feira, a empresa Blumob se manifestou por meio de uma nota oficial. Confira abaixo na íntegra o documento enviado à equipe de jornalismo do Portal Alexandre José:

Sobre a paralisação do transporte coletivo ocorrida nesta manhã, em Blumenau, a BLUMOB vem a público esclarecer:

1. No dia 29/07/2021, a empresa fez contato telefônico com representantes do Sindicato dos Trabalhadores, marcando reunião para o próximo dia 09/08/2021, oportunizando, se necessário, extensão do diálogo para os dias subsequentes;

2. Na data de ontem (2/08/2021), notificada oficialmente acerca de uma greve a partir do dia 10/08/2021, a empresa reafirmou por escrito ao Sindicato dos Trabalhadores a disponibilidade e a reunião previamente agendada, destacando ainda, por documento, que ficará à disposição nos dias subsequentes à primeira reunião com o objetivo de chegar à um resultado consensual;

3. Assim, reforçou que não se furtaria ao dialogo com a entidade que, mesmo com a garantia por escrito da agenda, optou por realizar greve sem cumprimento dos prazos legais e sem comunicação previa ao usuário que depende do sistema de transporte;

4. Atitudes paredistas, no contexto atual, trazem ainda maior gravidade, em prejuízo dos trabalhadores e da própria população.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com