InícioSaúdeCovid-19: confirmados mais 20 casos da variante Delta em Santa Catarina

Covid-19: confirmados mais 20 casos da variante Delta em Santa Catarina

A Secretaria de Estado da Saúde registrou mais 20 casos da variante Delta em Santa Catarina. No último boletim, no dia 19 de agosto, o Governo já havia declarado a transmissão comunitária no território catarinense. Até o momento, foram confirmados 63 casos dessa variação do coronavírus – conhecida por ser mais transmissível – em 28 cidades.

Desse total, 26 casos são considerados autóctones (de transmissão dentro do estado), sete casos importados (transmissão fora do estado) e 30 estão em investigação sobre o local provável de infecção. Dos 63 casos, dois evoluíram para a morte dos pacientes. No Vale do Itajaí, há registros em duas cidades: Rio do Sul e Ituporanga. Confira a relação abaixo:

  • Araquari (2)
  • Balneário Camboriú (1)
  • Balneário Piçarras (1)
  • Barra Velha (1)
  • Biguaçu (1)
  • Bom Jardim da Serra (4)
  • Bombinhas (1)
  • Camboriú (3)
  • Campo Alegre (1)
  • Chapecó (2)
  • Navegantes (2)
  • Itapoá (1)
  • Florianópolis (3)
  • Garopaba (1)
  • Itajaí (3)
  • Mafra (2)
  • Jaraguá do Sul (1)
  • Ituporanga (1)
  • Joinville (12)
  • Rio do Sul (1)
  • Navegantes (1)
  • Palmitos (1)
  • São Francisco do Sul (8)
  • São José (3)
  • São Joaquim (1)
  • Capivari de Baixo (1)
  • São Bento do Sul (2)
  • Santo Amaro da Imperatriz (1)
  • Tubarão (1)

“Diante desse cenário, as medidas de prevenção devem ser mantidas. O uso das máscaras, em todos os ambientes, é uma das melhores formas de proteção, assim como o distanciamento social, a manutenção dos locais ventilados e a higiene das mãos. Outra ação de fundamental importância é a vacinação da população”, alerta o superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário.

Vacinação

Os estudos divulgados até o momento mostram que as vacinas disponíveis no Brasil oferecem alta proteção contra casos graves, hospitalização e mortes por todas as variantes do coronavírus, incluindo a Delta, principalmente quando o esquema vacinal está completo (com duas doses ou dose única). No entanto, elas não impedem que a Covid-19 seja transmitida.

Por isso, o uso de máscaras, distanciamento social, evitar aglomerações, manter ambientes arejados com ventilação natural e praticar a higiene respiratória, utilizando água e sabão e álcool gel 70% para lavar as mãos, são medidas essenciais que precisam ser mantidas neste momento.

Independentemente do tipo de variante do coronavírus, recomenda-se a adesão à vacinação contra a Covid-19, de acordo com o calendário pactuado entre o Estado e os municípios. “Todas as vacinas são eficientes e protegem contra as formas graves da doença. Apenas com o esquema vacinal concluído, a imunização tem o seu resultado e as pessoas estarão protegidas”, lembra o diretor de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, João Augusto Brancher Fuck.

Variante Delta

A variante Delta é da linhagem viral B.1.617, que apareceu na Índia em outubro de 2020. Em maio de 2021, após ser associada ao agravamento da pandemia, a cepa foi declarada como variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Conforme um estudo divulgado em julho por pesquisadores, a variante é cerca de 97% mais transmissível do que o coronavírus original identificado na China, sendo assim ainda mais preocupante do que as variantes surgidas no Reino Unido (Alfa), na África do Sul (Beta) e no Brasil (Gama).

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com