InícioGeralCovid-19: após dois dias, Blumenau reabre agendamento de vacinação

Covid-19: após dois dias, Blumenau reabre agendamento de vacinação

Após dois dias suspenso, o agendamento para vacinação contra a Covid-19 será reaberto na tarde desta quarta-feira (21) em Blumenau. De acordo com a Secretaria de Saúde, o sistema será aberto às 18h e ofertará 1,8 mil vagas para vacinação nesta quinta-feira (22) no Parque Vila Germânica. Ao todo, a cidade recebeu mais de 9,6 mil doses de vacinas nesta quarta-feira.

Podem agendar a vacinação pessoas com 37 ou mais, trabalhadores da indústria, lactantes, gestantes, puérperas, trabalhadores da educação, trabalhadores da saúde e membros dos demais grupos prioritários. O procedimento é realizado online ou pelo Alô Saúde, no telefone 156 (opção 2), que terá atendimento enquanto houver disponibilidade de vagas ou até as 22h, caso a agenda não seja preenchida antes desse horário.

Confira os públicos que podem agendar vacinação e a documentação necessária: 

Pessoas acima dos 37 anos: Documento de identificação com foto.

Trabalhadores da indústria acima dos 18 anos, cujo empresas se enquadram nos CNAES listadosDocumento de identificação com foto, comprovação de atuação com carteira de trabalho ou crachá funcional ou contracheque e declaração da empresa com indicação de CNAE e de sua descrição, cuja cópia poderá ser retida pela equipe de vacinação para fins de auditoria, conforme modelo disponibilizado.

Lactantes (Mulheres que estejam amamentando) acima dos 18 anos: Documento de identificação com foto e declaração de nascimento da criança ou certidão de nascimento e relatório médico ou prescrição indicando a aplicação da vacina. Também será aceita tanto a declaração emitida pela equipe multidisciplinar que atende a gestante, quanto pela equipe da Central de Vacinação, conforme modelo disponibilizado.

Gestantes acima dos 18 anos: Documento de identificação com foto e carteira de acompanhamento da gestante/pré natal ou atestado médico e relatório médico ou prescrição indicando a aplicação da vacina.

Puérperas acima dos 18 anos: Documento de identificação com foto, declaração de nascimento da criança ou certidão de nascimento e relatório médico ou prescrição indicando a aplicação da vacina.

Trabalhadores da saúde acima dos 18 anos: Documento de identificação com foto e comprovação de vínculo ativo do trabalhador com respectivo serviço de saúde.

Trabalhadores da educação e professores, segundo professores, auxiliares e afins acima dos 18 anos:  Documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado.

Trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros acima dos 18 anos (motoristas e cobradores de transporte coletivo rodoviário de passageiros): Documento de identificação com foto e documento que comprove o exercício efetivo da função de motorista profissional do transporte de passageiros ou cobrador.

Caminhoneiros (transporte profissional de cargas) acima dos 18 anos: Documento de identificação com foto e documento que comprove o exercício efetivo da função de motorista profissional do transporte rodoviário de cargas ou declaração da empresa contratante. Profissionais autônomos podem apresentar cópia do contrato com CNPJ da transportadora ou declaração do contador. 

Trabalhadores da limpeza urbana e coleta de resíduos sólidos acima dos 18 anos: Documento de identificação com foto e documento que comprove exercício na função.

Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento, Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e Forças Armadas acima dos 18 anos lotados em Santa Catarina: Documento de identificação, carteira funcional, contracheque ou documento comprobatório (ofício) assinado pela chefia da corporação, informando que o profissional tem vínculo efetivo e ativo com a instituição. 

Pessoas com Deficiência Permanente acima de 18 anos: Atestado ou declaração médica ou  documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência, ou ainda Carteira de Transporte Público.

Pessoas com comorbidades acima dos 18 anos: Preferencialmente atestado ou declaração médica ou declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz o tratamento. Receitas de medicamentos que deixem claro a condição da pessoa (validade de 1 ano para medicamentos de uso não controlados) também terão aceitação na falta das opções anteriores. No caso de gestantes é necessário levar a carteira de acompanhamento/pré-natal ou atestado médico e no caso de puérperas é necessário levar declaração de ou a certidão de nascimento da criança.

Atestado / Declaração médica

A Prefeitura de Blumenau está disponibilizando um modelo de declaração médica para que pessoas com comorbidades possam comprovar a condição pré-existente da patologia e consigam receber a vacina contra o Coronavírus. O documento deve ser preenchido e assinado pelo profissional médico atestando com exatidão a comorbidade do paciente.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com