InícioSaúdeInternado há dois meses, jornalista Vilmar Minozzo segue na luta contra a...

Internado há dois meses, jornalista Vilmar Minozzo segue na luta contra a Covid-19

Reportagem de André Bonomini

O paciente entra em uma maca a caminho dos primeiros procedimentos médicos. Falta o ar, os pulmões comprometem-se, há uma aflição no ar. Em um momento, a voz cala-se, entram as máquinas e os medicamentos. A batalha começa, com seus momentos de tensão e esperança. E quando a luta vai sendo vencida, entre votos de positividade e fé, a voz vai voltando, os olhos se abrem e o resto é questão de tempo.

Esta é mais uma história de um paciente que luta (e, por vezes, vence) a Covid-19 no Brasil. Mas quando se fala de voz, o motivador é outro. A imprensa de Blumenau acompanha a luta de um de seus colegas mais estimados. Há exatos dois meses o jornalista e radialista Vilmar Minozzo, de 54 anos, está internado no Hospital Santa Catarina por conta do coronavírus. E a batalha do “tigre”, como é chamado entre os colegas, tem inspirado muitos e servido de exemplo nesta guerra diária contra a doença.

Gaúcho de Nova Prata (RS), Minozzo já tem 35 anos de Blumenau e está no rádio desde os idos da antiga União AM (820), onde começou a atuar na imprensa da cidade. Atualmente, é jornalista da CBN e da TVL, dono de uma voz característica e de conhecimento apurado do esporte. No entanto, o fantasma do coronavírus cruzou seu caminho em 12 de março passado, quando os primeiros sintomas começaram a aparecer, para preocupação do homem que era extremamente cuidadoso e recusava até passeios com o irmão para se prevenir da doença.

Dois dias depois, quando Vilmar procurou o médico, os testes confirmaram o temor da Covid-19. Dali até a internação passaram-se oito dias e, com os pulmões comprometidos, foi encaminhado ao Hospital Santa Catarina, onde nas 48 horas seguintes seria entubado. No período da Páscoa, seu estado de saúde piorou muito, sobretudo na Sexta-feira Santa, quando qualquer movimento era importante para a saúde do jornalista.

Mas Minozzo inspira pela valentia no páreo contra a Covid-19. Sem deixar-se abater em nenhum minuto, o radialista mostra força durante a recuperação, mesmo com os problemas de saúde sequentes que vinham aparecendo. Só depois de quase 20 dias é que o irmão, Leomir Minozzo, pode começar a visitá-lo, contando sempre com o auxílio dos médicos. “Verdadeiros anjos cuidando da saúde do Vilmar e dos pacientes a todo momento”, definiu.

Leomir também recorda-se, descrevendo como um momento “emocionante, mágico” o dia 22 de abril, quando depois de dias sedado e ainda entubado, Vilmar acordou. Os sinais foram aparecendo e o tigre foi mostrando sua força de pouco a pouco, amparado pela corrente positiva dos familiares e colegas dia-a-dia informados pelo próprio Leomir sobre o estado de saúde do irmão. “O grande segredo desta recuperação, sem dúvida, é esta corrente de fé e orações que tem se formado em torno do Vilmar. E vocês podem ter certeza absoluta que estas orações chegam à ele e fazem um efeito grandioso”, comenta.

A luta de Vilmar continua. No último boletim enviado por Leomir nesta quarta-feira (19), as notícias são ainda mais animadoras: o jornalista já se senta na cama, fica longos momentos sem necessitar das máquinas de respiração e tenta se comunicar com a voz, mesmo que algumas palavras ainda se arrastem, para emoção do irmão e de todos que têm, de alguma forma, acompanhado a batalha do tigre. “”Um guerreiro de muita força para poder sobreviver e, depois, recuperar-se”, conta Leomir, que recorda impressionado da força do irmão, que chegou a ter mais de 95% do pulmão prejudicado.

E é na palavra de Leomir, o irmão dedicado na batalha junto de Vilmar, que ficam as palavras mais fortes e especiais neste momento de luta e sorrisos de esperança: “Quero agradecer o carinho por todos que estão rezando e mandando energias positivas. Uma legião de amigos muito grande que tem um efeito positivo sem tamanho. Continuamos orando pelo Vilmar e por tantos que batalham e já venceram esta batalha. O Vilmar vai ser testemunho do milagre da vida, de Deus, e poderá contar esta história pros amigos do rádio e TV, trabalho que ele ama de paixão, que é a vida dele e que, acredito muito, logo logo ele poderá voltar a trabalhar no que ele ama fazer”.

Esse é o pensamento de muitos que esperam, em breve, ver o tigre voltar a falar e fazer o que ama: informar e contar histórias, como a própria, uma verdadeira inspiração para quem também luta contra o fantasma do coronavírus.

Minozzo é dono de uma voz marcante e um apaixonado pelo esporte

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com