InícioSaúdeCovid-19: decreto determina que gestantes sejam afastadas do trabalho presencial em Blumenau

Covid-19: decreto determina que gestantes sejam afastadas do trabalho presencial em Blumenau

Um decreto assinado pelo prefeito Mário Hildebrandt na manhã desta quarta-feira (19) determina que as gestantes devem permanecer afastadas do trabalho presencial em Blumenau. A medida é válida para todos os segmentos da economia e busca garantir a integridade das mulheres grávidas.

O documento tem como base a Lei Federal 14.151/2021, sancionada no dia 13 de maio e criada com o objetivo de “preservar a entidade familiar, protegendo a gestante, mantendo-a ativa e em segurança”. A assinatura do decreto aconteceu às 9h no gabinete do prefeito.

O decreto assegura que a gestante deverá permanecer afastada das atividades presenciais, sem prejuízo em seu salário, ficando à disposição do empregador para exercer as atividades em seu domicílio, por meio de teletrabalho ou trabalho remoto.

O que diz a Lei

Sancionada com vigência imediata na última semana pelo presidente Jair Bolsonaro, a Lei 14.151 determina o afastamento das empregadas gestantes do trabalho presencial durante a emergência de saúde pública de importância nacional – ou seja, enquanto o país estiver em estado de emergência da Saúde.

Estas profissionais devem, portanto, empreender teletrabalho, trabalho remoto ou outra forma de trabalho a distância. Além disso, a Lei assegura que as trabalhadores gestantes não poderão ter prejuízos em sua remuneração.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

    error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com