Início História História: Em 1964, de volta à Casa Peiter pelas ondas do rádio,...

História: Em 1964, de volta à Casa Peiter pelas ondas do rádio, por André Bonomini

“Você está ouvindo o microfone tradicional de Santa Catarina!”

Depois que você ler esta introdução, dê play no vídeo no final deste texto, feche os olhos e deixe a imaginação trabalhar. Estamos de volta à 1964. Os movimentos controversos de 31 de março tinham passado há muito tempo. Por aqui, fora a aparente calmaria do ano, uma tradicional loja de tecidos e confecções da cidade era o destaque pois estava inaugurando sua nova casa: moderna, monumental e histórica como o próprio nome.

A multidão se aglomerava (naqueles tempos podia, que saudade!) diante das novas instalações daquela casa comercial. Entre os anônimos e funcionários sorridentes, autoridades do meio político, eclesiástico e comercial, todas para dar um aperto de mão de sucesso ao novo empreendimento. E por lá, dois repórteres fazendo o papel que lhes cabiam: levar via rádio aquele acontecimento da tarde daquela segunda-feira para milhares de ouvintes no Vale do Itajaí.

Se esse trecho foi capaz de te deixar curioso, digo que ele existiu e aconteceu eu Blumenau. Poderia contar em riqueza de detalhes, mas o melhor mesmo é viajar pela história falada e gravada que tanto tempo ficou registrada e, recentemente, veio a tona via YouTube. A descoberta foi do baterista da icônica banda Grifo e expert do som Marcos Basílio de Oliveira e, hoje, é o arquivo de rádio mais antigo que há notícia em Blumenau: a inauguração das novas instalações da Casa Peiter, em 09 de novembro de 1964.

As novas instalações da Casa Peiter na década de 1960. Atualmente, uma das filiais do Koerich em Blumenau (Foto: Arquivo Histórico de Blumenau)

Segundo o que Basilio me adiantou (e está na descrição do vídeo), a fita de rolo que guardava esta joia estava em posse de Celso Lungershausen, filho de Jago Lungershausen, à época proprietário da casa comercial criada por Richard Peiter em 1925, na esquina da Rua XV com Ângelo Dias, fruto da antiga casa comercial Kersanach & Cia. A digitalização do material coube à Flávio Siqueira, que talvez não soubesse, no ato, a mina de ouro histórica que tinha em mãos e fez questão de trata-la com carinho.

Rapidamente contando: depois de sua criação em 1925, a Casa Peiter tornou-se, rapidamente, referencia no ramo de “armarinhos”, ou melhor dizendo, tecidos, confecções e acessórios para o vestuário na cidade. O crescimento da empresa pediu ampliações e, em 1946, uma filial foi aberta alguns metros a frente, na esquina da Rua XV com Floriano Peixoto, o chamado “Edifício da Mutua Catarinense”. O requinte e sofisticação eram a tônica do lugar, que abrigava até desfiles de moda em algumas tardes.

No entanto, o velho prédio na esquina com a “Rua do Fantasma” já mostrava sinais de velhice para uma casa comercial que crescia a olhos vistos. Assim, no início dos anos 1960, a Casa Peiter preparou sua mudança de instalações, ocupando um moderno prédio comercial no outro lado da esquina, onde atualmente é uma das filiais do Koerich na cidade. A modernidade das novas instalações chamavam atenção de quem lá passou no dia da inauguração, especialmente duas personas inesquecíveis do rádio blumenauense: Nelson Rosembrock e Edemir de Souza.

Como se não bastasse tanta história embarcada sobre a própria Casa Peiter, o áudio ainda guarda um recorte precioso do rádio blumenauense naqueles anos dourados. De lá, a voz do “Picape da Frigideira” entrevistava diversas personalidades e funcionários, sem deixar de enaltecer, a todo momento, a beleza daquelas instalações. Mais tarde, Edemir juntava-se ao esforço de cobertura da então PRC-4, nos seus 1330 “quilociclos”.

Edemir de Souza e Nelson Rosembrock, responsáveis pela transmissão para os microfones da Clube/Difusora naquela tarde (Foto: Reprodução)

E para quem curte rádio, é um áudio emocionante. Trata-se do tempo das Emissoras Coligadas de Santa Catarina, dos trabalhos conjuntos da Rádio Clube e da Rádio Difusora de Blumenau que levavam, junto de outras emissoras de rádio do Vale, notícias e entretenimento sem medir distâncias. A linguagem clássica, os maneirismos e, sobretudo, o registro da voz de figuras históricas da cidade são a marca deste arquivo.

Entre as personas registradas para sempre no microfone da Clube/Difusora, pessoas que ilustram livros e nomes de rua nos nossos dias: o então prefeito em exercício Wilson Gomes Santiago, o vereador e diretor da Artex Carlos Curt Zadrozny, o ex-prefeito José Ferreira da Silva, o então vigário da hoje Catedral São Paulo Apóstolo, Frei Brás Reuter e o então diretor da Cia. Hering, Nestor Seara Heusi. Este último cuja voz fez arrancar lágrimas do neto, Renato Heusi, quando ouvira o audio pela primeira vez, segundo conta Basílio.

Uma peça única, um fragmento na história de 1h20min que, hoje, trago para todos sentirem a mesma sensação: voltar no tempo, nas ondas do rádio, a um acontecimento que, talvez, só as fotos contassem como fora atualmente. Dê o play e volte à 1964, ao sinal do velho rádio, nos salões da então novíssima Casa Peiter.

Quer receber as notícias do Portal Alexandre José direto em seu celular, pelo WhatsApp? Então clique aqui e entre em nosso grupo. Informação em tempo real, onde quer que você esteja!

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Covid-19: Em Blumenau, duas mortes e 110 novos casos nas últimas 24h

Mais duas mortes por coronavírus foram registradas em Blumenau nas últimas 24h. Os dados são do boletim diário da Secretaria de Saúde da cidade,...

Manutenção em tubulação na Rua Almirante Barroso pede atenção ao trânsito nesta sexta

Fique atento ao trânsito na Vila Nova: Uma obra de manutenção em uma tubulação na Rua Almirante Barroso poderia deixar o trânsito complicado na...

Menor admite vender droga na chamada crackolândia do bairro Itoupavazinha

A Polícia Militar fez um novo flagrante de tráfico de drogas em Blumenau nesta quinta-feira (22). Desta vez, foi no bairro Itoupavazinha, em um...

Apreendido em Blumenau adolescente de 17 anos com 59 BOs

Um adolescente de 17 anos foi apreendido em Blumenau nesta quinta-feira (22) porque era considerado foragido da Justiça. Havia contra ele um mandado expedido...

Covid-19: Ministério envia lote de 3,5 milhões de doses da vacina aos estados

O Ministério da Saúde envia a partir desta quinta-feira (22) mais um lote com 3,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 produzidas no Brasil com matéria-prima...
error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com