Início Emerson Luis Esporte: Não dá para esperar pelo poder público, por Emerson Luis

Esporte: Não dá para esperar pelo poder público, por Emerson Luis

O foco é outro, prioritário, mas o tema “Joga em casa Blumenau” andava meio esquecido.

Até que o vereador Alexandre Matias trouxe de volta à baila a municipalização do Complexo Esportivo Bernardo Werner.

O projeto vai além do futebol e o esporte como um todo.

Complexo Esportivo Bernardo Werner. Foto: Fiesc

Iriam continuar sendo beneficiados o atletismo (que por vezes tem treinado em Timbó e Jaraguá do Sul, já que uma parte da pista está cheia de infiltrações e ondulações), ginástica, handebol, vôlei e futsal – a natação que usa as dependências da AABB já não está lá desde 2019.

Piscina do Sesi recebeu grandes torneios de natação. Foto: Divulgação

Modalidades que dependem daquele gigante espaço para treinamentos e disputa de jogos em eventos nacionais.

Casos do handebol feminino e futsal masculino.

Futsal que segue se preparando para a estreia na Liga Nacional, no final do mês, por ora, adiada por causa da pandemia.

Aliás, não dá para esquecer do contrato de locação entre prefeitura (hoje também existe uma creche municipal no local) e FIESC, que vai acabar na metade do ano.

Ninguém mais tocou no assunto, embora a tendência é que seja renovado.

Até porque se não for, vai atrapalhar a vida de muita gente.

Não acredito que vai chegar a esse ponto, mesmo assim, fico imaginando como seria organizar os Jogos da Primavera (mais de 10 mil atletas) sem o SESI.

Jogos da Primavera. Foto: Colégio Policial Militar

A ideia do tucano é fazer um levantamento sobre os valores que são gastos pelo poder público em imóveis espalhados pela cidade que recebem várias autarquias.

Levar as secretarias para o bairro Vorstadt.

Com essa economia, ajudar a pagar a parcela de um provável empréstimo.

Só a Câmara de Vereadores gasta por mês cerca de R$ 70 mil em aluguel.

Há quase 10 anos.

Aí já dá para ter uma noção.

Prédio da Câmara de Vereadores. Foto: camarablu.sc.gov.br

Embora não seja sua principal bandeira, Matias é um entusiasta do esporte.

Já o vi representar o prefeito em muitos eventos meia-boca.

Não enxergo oportunismo.

Entretanto, acredito que sua ação não vai ser concretizada.

De qualquer maneira, a entrevista que fiz essa semana com o vereador na NDTV Record TV pode ser conferida aqui.

A proposta é boa e viável.

Vereador Alexandre Matias em sessão da Câmara. Foto: camarablu.sc.gov.br

Existe muito interesse envolvido e o Sistema S, em tese, não deve nem cogitar a possibilidade, pelo que apurei com o vice-presidente da FIESC para Assuntos Regionais do Vale do Itajaí, Ulrich Kuhn:

“Não existe uma posição da FIESC sobre a ideia levantada pelo vereador, já que os estudos em torno do Complexo contemplam a possibilidade de adequá-lo a um grande centro de ensino, um campus multifuncional”.

Ou seja: a implantação da escola técnica foi apenas adiada.

Empresário Ulrich Kuhn. Foto: Divulgação

A discussão não pode acabar.

Esse vexame precisa de um ponto final.

Como vivemos em uma cidade cheia de vírgulas e reticências, não dá para esperar pelo poder público.

Tampouco dá para jogar a toalha, já que temos exemplos que deveriam ser seguidos.

Entrada do campo do Clube de Caça e Tiro Velha Central. Foto: Divulgação

No próximo dia 26 de março, se completa 10 anos da histórica inauguração do campo sintético do Clube de Caça e Tiro Velha Central.

Reforma que nunca foi bem explorada e aprofundada pela mídia.

A própria diretoria encabeçada por Cristiann Chiminelli Theiss jamais teve essa intenção.

O sonho era mais importante que o holofote.

Espaço da “geral” no campo do CCTVC. Foto: Divulgação

No crédito, na confiança, na raça, no engajamento dos sócios e da comunidade, o CCTVC ergueu um estádio novo.

Investimento de R$ 1,1 milhão.

100% da iniciativa privada.

Dinheiro de cotistas.

É impressionante o que foi feito lá como mostra esse vídeo.

Campo do Clube de Caça e Tiro Velha Central. Foto: Divulgação

Prestação de contas.

Números tão omitidos e mentidos no mundo da bola.

Foram 60 cotas de R$ 200 x 24 meses: R$ 288 mil

15 cotas de R$ 500 x 24 meses: R$ 180 mil

10 cotas de R$ 1 mil x 24 meses: R$ 240 mil

Total arrecadado com os cotistas: R$ 708 mil

Outros R$ 400 mil foram gastos com fornecedores – posteriormente pagos em dois anos.

Em 2014 (último ano da gestão) todos os cotistas foram convidados para um jantar.

E receberam os R$ 708 mil aplicados na obra.

Corrigidos pela poupança, o valor subiu para perto de R$ 800 mil.

Teve empresário que ficou tão surpreso que não quis o ressarcimento.

Fez a doação para o clube.

Simples e objetivo.

Transparente.

Como tem de ser.

Evento promovido pelo NFC. Foto: Divulgação

O Caça e Tiro abriga hoje o Núcleo de Futebol Cristais, uma referência no trabalho de base.

Que mira para o segundo semestre a participação no campeonato amador de Blumenau.

Com jogadores da região, com os moleques da casa, do sub 15 e sub 17, que vão ser inseridos, aos poucos, para ganhar cancha e criar uma atmosfera de competição.

Que também será muito boa para a comunidade que teve no passado o time do Liberdade como seu ponto alto.

Treino da escolinha NFC. Foto: Divlgação

A principal meta é se tornar um centro de formação (sem esquecer do trabalho social).

E ganhar dinheiro com a venda de atletas.

Como qualquer empresa.

Para isso é preciso participar de uma competição profissional.

A projeção é jogar a Série C catarinense um dia.

Talvez em 2023.

Uma visão extremamente profissional implantada dentro de um clube amador.

Que está aqui, bem perto, pronto para ensinar a muitos dirigentes e políticos, como é que se faz.

Sem um tostão do poder público.

Se o prefeito atual ou o de amanhã articular conversas com os empresários, abrir portas, facilitar processos e isenções fiscais, ser o grande entusiasta, já vai ajudar bastante.

Não gasta um centavo, fica com moral e agrada todo mundo.

Jogos de patotas no CCTVC. Foto: Divulgação

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Trio é preso momentos após cometer assalto a mão armada em Blumenau

Três homens foram presos na noite desta quinta-feira (22) momentos após cometerem um assalto a mão armada em Blumenau. Segundo informações da Polícia Militar,...

Sexta-feira deve ter tempo firme e predomínio de sol em Blumenau

A atuação do ar mais seco sobre o Vale do Itajaí garante tempo firme com predomínio de sol e poucas nuvens em Blumenau nesta...

Covid-19: Em Blumenau, duas mortes e 110 novos casos nas últimas 24h

Mais duas mortes por coronavírus foram registradas em Blumenau nas últimas 24h. Os dados são do boletim diário da Secretaria de Saúde da cidade,...

Manutenção em tubulação na Rua Almirante Barroso pede atenção ao trânsito nesta sexta

Fique atento ao trânsito na Vila Nova: Uma obra de manutenção em uma tubulação na Rua Almirante Barroso poderia deixar o trânsito complicado na...

Menor admite vender droga na chamada crackolândia do bairro Itoupavazinha

A Polícia Militar fez um novo flagrante de tráfico de drogas em Blumenau nesta quinta-feira (22). Desta vez, foi no bairro Itoupavazinha, em um...
error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com