Início Segurança Esquema familiar de tráfico de drogas resulta em 11 condenações no Alto...

Esquema familiar de tráfico de drogas resulta em 11 condenações no Alto Vale

Onze pessoas foram condenadas em primeira instância pelo crime de tráfico de drogas, em Ibirama. De acordo com o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), elas fazem parte de um esquema familiar que traficava cocaína, crack, ecstasy e maconha em pelo menos seis cidades da região do Alto Vale. Além de presos, os envolvidos terão que pagar multas que somam R$ 600 mil.

O homem considerado por liderar o grupo foi condenado a 22 anos e dois meses de reclusão mais dois anos de detenção pelos crimes de organização criminosa, tráfico e associação para o tráfico de drogas, posse e porte ilegal de arma de fogo e exploração de casa de prostituição. Além dele, também foram presos sua companheira, pai, mãe, tia, irmão e irmã.

Conforme as investigações, o homem e sua companheira comandavam o tráfico a partir de uma boate e casa de prostituição da qual eram proprietários em Apiúna. A companheira foi condenada a 20 anos e oito meses de reclusão mais dois anos e quatro meses de detenção pelos crimes de organização criminosa, tráfico e associação para o tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e exploração de casa de prostituição.

Ainda segundo o MPSC, a boate era gerenciada, em momentos distintos, pela irmã e pelo pai do chefe do grupo, que a mando dos proprietários coordenavam o tráfico no local. Eles foram condenados, respectivamente, a 14 anos de reclusão e a 12 anos e 10 meses de reclusão mais um ano de detenção pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas e exploração de prostituição. O pai do chefe do grupo foi condenado também por posse ilegal de arma de fogo.

Também tinham posição importante na associação a mãe e a tia do chefe e mais um integrante. A primeira e a segunda auxiliavam na estocagem de drogas para o grupo em Penha, no litoral catarinense, enquanto o terceiro, além de informar aos superiores as movimentações de usuários de drogas e da polícia, era o responsável pelo transporte das drogas de Penha a Apiúna, bem como pelo mapeamento de novos pontos para exploração do tráfico.

A mãe foi condenada a 14 anos de reclusão mais um ano de detenção pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas e de posse e porte ilegal de arma de fogo, e a tia foi condenada a 12 anos e dez meses de reclusão por tráfico e associação para o tráfico de drogas e de porte ilegal de arma de fogo. O outro integrante recebeu pena de cinco anos e seis meses de reclusão por associação para o tráfico de drogas.

De Penha, a droga era ainda trazida até Apiúna por outro integrante do grupo, condenado a nove anos de reclusão por tráfico e associação para o tráfico de drogas. Além da boate, era levada também para as casas do irmão do chefe e de outra integrante do grupo criminoso, em Ibirama, condenados, respectivamente, a nove anos e um mês e a nove anos e 11 meses de reclusão, ambos pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas.

Todo o grupo fazia a venda direta aos usuários, atividade que contava com apoio de mais duas pessoas, condenadas a sete anos e 11 meses e a cinco anos e 10 meses de reclusão, também por tráfico de drogas.

A sentença condenando o grupo de criminosos foi proferida pelo Juízo da 2ª Vara da Comarca de Ibirama no dia 26 de janeiro. Nove dos réus, presos preventivamente ainda na fase de investigação, não poderão apelar da sentença em liberdade.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Lista de espera do Prouni está disponível para consulta

A lista de espera do Programa Universidade para Todos (Prouni) do 1º semestre de 2021 está disponível na página do programa. Prevista para sair...

Hospital Oase esclarece comunidade sobre internações e falta de medicação

O Hospital e Maternidade Oase, em Timbó, veio a público nesta quinta-feira (04) esclarecer a comunidade sobre a situação da falta de medicamentos e...

Covid-19: Em Blumenau, dois novos óbitos e ocupação de UTI volta aos 100%

Mais dois óbitos por coronavírus foram registrados em Blumenau nas últimas 24h. Desta feita, as vítimas foram um homem de 87 anos - internado...

Manutenções em ruas de Blumenau alteram o trânsito nesta sexta-feira

Motoristas que trafegam em Blumenau devem ter atenção redobrada a partir de amanhã, devido à obras que serão executadas na cidade. Nesta sexta-feira (4),...

Feira Livre antecipa atendimento para sexta-feira em virtude de decreto

A Feira Livre de Blumenau, localizada na Rua Humberto de Campos, que tradicionalmente ocorre aos sábados, nesta semana optou por antecipar o atendimento ao...