Início Segurança Nigeriano é preso em Blumenau suspeito de aplicar golpes com perfis falsos...

Nigeriano é preso em Blumenau suspeito de aplicar golpes com perfis falsos na internet

Um homem de 32 anos, natural da Nigéria, foi preso na manhã desta terça-feira (15), em Blumenau, suspeito de extorquir vítimas através da internet usando perfis falsos. A Polícia Civil, através da Divisão de Investigações Criminais (DIC), cumpriu o mandado de prisão e de busca e apreensão na casa dele, que fica na Rua Conde D`eu, no bairro Vila Nova. No imóvel, os policiais apreenderam aparelhos eletrônicos que foram encaminhados à delegacia responsável pelas investigações.

Além de Santa Catarina, a operação ocorreu simultaneamente em outros cinco Estados e foi deflagrada pela Delegacia de Polícia de São Paulo, por intermédio da DEIC de Presidente Prudente, a operação intitulada “Anteros”. Segundo a polícia, na mitologia grega, Anteros é o deus do amor retribuído, literalmente “amor devolvido” ou “contra-amor” e também punidor daqueles que desprezam o amor e os avanços de outros ou o vingador do amor não correspondido. É o deus da desilusão, ordens, manipulação.

A ação policial de hoje é uma das fases da operação “Voo de Ícaro”, cujo objetivo foi desarticular, no ano de 2019, uma organização criminosa que atuava em estabelecimentos prisionais, com a entrega de materiais utilizando-se de drones, em que, após análise de aparelho celular de preso naquela ação, identificou-se farta movimentação bancária que motivou nova etapa investigativa.

Com o uso de ferramentas de inteligência e investigação formal, que perdurou por mais de um ano, os investigadores descobriram uma complexa organização criminosa que possui tentáculos em diversos países e grande atuação no Brasil.

Como os criminosos atuavam

Após contatos iniciais de amizade, sempre sutis e de diálogo convincente, os golpistas iniciavam o namoro virtual e aos poucos as vítimas, em sua maioria, acabavam por enviar fotos ou vídeos íntimos que posteriormente eram utilizados na extorsão.

Um dos exemplos é a do “fakelover” (denominação dada pela investigação ao núcleo que mantinha os contatos diretamente com as vítimas) onde autor declarava morar no exterior e informava que recebeu uma herança e precisava enviar para o Brasil, incentivando a vítima a ajudá-lo com promessa de vantagem.

Assim, o bandido solicitava para a vítima receber o material em sua residência, contudo quando o suposto material “chegava” ao Brasil, outra pessoa se passando por funcionário da alfândega contatava a moradora e informava que por se tratar de material vindo de outro país, necessitava do pagamento de impostos, precisava da quitação do imposto de importação, mas que por um valor menor conseguia a liberação do material.

A vítima fazia o pagamento e marcava a data da retirada do produto. Nessa data, novamente recebia ligação informando que para a liberação o valor era em dólares e a pessoa havia depositado em moeda brasileira, necessitando de complementação. Também outros artifícios utilizados como taxas de diplomacia, taxas de transporte de valores, etc. Como a vítima, mesmo realizando todos os depósitos solicitados não conseguia a liberação do material (inexistente).

Ao insistir que queria o produto ou iria denunciar a polícia, por vezes, os criminosos consumavam outro crime, agora, ao informarem que a vítima havia caído em um golpe ameaçam que se denunciassem às autoridades terá suas fotos comprometedoras seriam divulgadas em redes sociais. E, dessa forma, exigia ainda mais valores para a não consumação.

Durante as investigações foram identificadas 437 vítimas que registraram ocorrência dessa mesma natureza criminal e que tiveram prejuízo superior aos 24 milhões de reais. Em todos os Estados da Federação, contando as subnotificações, os números superam 2 mil vítimas que tiveram um prejuízo estimado, nos últimos três anos, de 250 milhões movimentados por essa organização criminosa.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Taxista é assaltado e agredido com coronhadas após corrida em Blumenau

Um homem de 49 anos foi assaltado por dois homens na noite desta quinta-feira (22) em Blumenau. Conforme relato da Polícia Militar, a vítima...

Motorista de aplicativo leva 18 facadas durante assalto em Blumenau

Uma mulher de 47 anos foi esfaqueada ao ser assaltada na noite desta quinta-feira (22) em Blumenau. Segundo informações da Polícia Militar, ela trabalha...

Trio é preso momentos após cometer assalto a mão armada em Blumenau

Três homens foram presos na noite desta quinta-feira (22) momentos após cometerem um assalto a mão armada em Blumenau. Segundo informações da Polícia Militar,...

Sexta-feira deve ter tempo firme e predomínio de sol em Blumenau

A atuação do ar mais seco sobre o Vale do Itajaí garante tempo firme com predomínio de sol e poucas nuvens em Blumenau nesta...

Covid-19: Em Blumenau, duas mortes e 110 novos casos nas últimas 24h

Mais duas mortes por coronavírus foram registradas em Blumenau nas últimas 24h. Os dados são do boletim diário da Secretaria de Saúde da cidade,...
error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com