InícioSegurançaAssalto em Criciúma: criminosos monitoravam a região havia meses

Assalto em Criciúma: criminosos monitoravam a região havia meses

Integrantes das forças de segurança e o governador Carlos Moisés participaram nesta quinta-feira (10) de uma entrevista coletiva, em Criciúma, no Sul do Estado, para atualização das investigações do assalto ao Banco do Brasil, ocorrido no dia 1º dezembro, que deixou duas pessoas feridas e um prejuízo de R$ 80 milhões de reais. Até agora, 14 pessoas suspeitas de envolvimento foram presas.

Entre as novidades mais recentes, o delegado Anselmo Cruz, da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), que conduz a investigação, revelou o cumprimento de um mandado de busca e apreensão no Ceará e a informação de que criminosos poderiam estar ocupando um apartamento na área central de Criciúma, há meses, de onde faziam o monitoramento da região próxima à agência.

De acordo com a Polícia Civil, o trabalho entra agora numa etapa minuciosa para reunir informações e responsabilizar criminalmente os envolvidos. “É como montar um grande quebra-cabeças. Temos algumas peças, que nos levarão a outras, e assim sucessivamente, até que a montagem esteja concluída. Esse trabalho, muitas vezes tem que ser até sigiloso para não atrapalhar o andamento das investigações”, explicou o delegado.

O assalto

Por volta da meia-noite, criminosos com armas pesadas, munições de diferentes calibres, explosivos e coletes balísticos assaltaram uma central do Banco do Brasil, no Centro de Criciúma, e efetuaram diversos disparos para o alto. A ação deixou duas pessoas feridas, sendo um vigilante da agência e um policial militar. O soldado Jeferson Luiz Esmeraldino segue internado na UTI.

Quatro pessoas foram presas depois de recolherem parte do dinheiro que estava jogado no chão, em frente à agência. Com os suspeitos, foram localizados cerca R$ 810 mil. Além disso, dez veículos utilizados pela quadrilha foram encontrados na localidade de Picadão, no município de Nova Veneza. Também foi apreendido material explosivo estimado em 230 quilos.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com