Início História História: o Beto Carrero... De Blumenau, por André Bonomini

História: o Beto Carrero… De Blumenau, por André Bonomini

Eis que Blumenau, a cidade provinciana cheia de histórias, entra em mais uma daquelas polêmicas de banco de hamburgueria nesta semana. A notícia da programação da Oktoberfest no Beto Carrero enfureceu alguns, alegrou a outros, e causou estranheza nos fidalgos mais fervorosos da cidade: o que o parque estaria aprontando pode prejudicar a autêntica festa nascida por aqui?

Enfim, longe das engalfinhadas de bastidores, esta relação curiosa entre o cowboy brasileiro e a capital nacional da cerveja, tem contornos que nos remetem a outros tempos da vida blumenauense. Um momento em que ser visionário era estar à frente do seu tempo, mas que não servia para o pensamento conservador e tímido que uma cidade via quando um empreendimento grandioso bate à porta. E se ainda não entendeu, eu explico.

O paulista João Batista Sergio Murad, a quem aprendemos a chamar de Beto Carrero graças a sua veia artística e sua fixação pelo mundo dos cowboys e velho oeste, era este tal visionário que sonhava alto e tinha bala na agulha para tanto. Para quem não sabe, entre suas tantas ocupações, Murad era publicitário e empresário, funções que moldou desde quando era corretor de anúncios na Folha de São Paulo, carreira que dividia junto com sua vida artística.

Castelo das Nações em Blumenau (interrogação) Poderia ter sido se não fosse uma negativa empresarial para um velho conhecido das crianças e dos empresarios de Blumenau – Beto Carrero (Foto: Reprodução)

E foi na publicidade, responsável por contas de grandes empresas, que Beto chegou por estas bandas lá pelos anos 1970. Até abrir escritório em Blumenau foram inúmeras viagens, e de todas elas guardando um fascínio tão forte quando a vida de vaqueiro: a arquitetura, costumes e peculiaridades de uma cidade bem diferente do que via no Brasil. O escritório da JBA Murad, sua agência, viria no início dos anos 1980, um dos maiores do estado à época.

E não a toa, grandes marcas de Blumenau e região eram agenciadas por ele nos grandes centros (Sulfabril, Teka, Circulo, Buettner e por ai afora), o que o fazia ainda mais próximo da vida blumenauense. Foi a partir do seu convencimento junto aos Trapalhões, cujo tinha uma grande amizade pessoal, que Beto Carrero viabilizou a vinda da trupe ao Vale para as gravações de “Os Trapalhões no Reino da Fantasia”, de 1985.

Xuxa de freira junto d’Os Trapalhões em um momento de descontração das gravações de Os Trapalhões no Reio da Fantasia, de 1985. Vinda da rainha dos baixinhos e da trupe de humoristas foi obra de Beto (Foto: Império Xuxa)

Mas isto tudo é apenas uma pequena parte da sua vida dupla entre a publicidade e a arte circense nas suas veias. E Beto queria mais, ele queria transformar seu mundo de sonho em algo palpável. A ideia do Parque Temático não é nova, nasceu nos mesmos anos 1980 e tinha um endereço certo, para espanto de muitos: o terreno da antiga Cia. Jensen, aqui mesmo em Blumenau, na Itoupava Central.

Beto já era da vida blumenauense há tempo. Apaixonado pela arquitetura germânica, chegou a empolgar-se com a polêmica lei de incentivos à construções no “falso enxaimel”, de 1989. Mas seu parque estava na ideia, e ele foi a luta. Ele só pedia duas coisas a municipalidade: a doação de parte do terreno da Cia. Jensen (ele compraria o restante) e a ampliação do Aeroporto Quero-Quero, nada demais.

Matéria do jornal O Estado, de janeiro de 1981, sobre os últimos dias da Cia. Jensen. Era neste terreno que Beto Carrero planejava seu parque

No entanto, a falta de visão dentro da potencial vocação turística da cidade impediu que Blumenau tivesse um complexo como, hoje, está edificado e consolidado na simpática Penha, no litoral, para onde correu depois de ter seu sonho descreditado nas rodas empresarias de uma cidade cega pelo que trazia aos olhos uma certa… Oktoberfest, ainda jovem e exótica. 

E assim, a história seguiu seu curso. Em fins de 1991, Murad abriu seu parque que, hoje, é um sucesso inconteste com reflexos internacionais. A Oktoberfest de Blumenau cresceu e se consolidou como a maior festa alemã das Américas, coisa que Beto Carrero não chegou a ver em sua plenitude, pois sua morte em fevereiro de 2008 pegou a todos (como eu) de surpresa e um parque virou seu maior símbolo.

E como a história segue seu curso, eis que as sombras de um passado me fazem lembrar de tudo isto em meio a mais um encontrão entre Beto e Blu. E aqui não cabe dar parecer sobre o acerto (ou não) da empreitada do parque. Mas, ao viajar no tempo, não deixa de ficar no ar aquele estranho ar de “vingança” do cowboy brasileiro desde o não dos tais “alemães brrrabos” de anos antes. 

Que o bang-bang de chope continue. A história segue seu curso como os galopes do Faísca.

(Gratidão ao blog do amigo-mentor Adalberto Day e a crônica de Felix Theiss, importantes para a construção desta modesta coluna)

Texto escrito por ANDRÉ BONOMINI

André Luiz Bonomini (o Boina), “filho do Progresso, Reino do Garcia”. Jornalista graduado pela Unisociesc, atua desde 2013 no mundo da notícia. Amante confesso do rádio, da música (de verdade), do automobilismo e da boa roda de amigos num dia qualquer. Apaixonado também por história, eterno louco em busca de mais um sorriso no dia a dia e poeta “de fim de semana”, teve passagens no rádio pela 98FM (Massaranduba), Radio Clube de Blumenau, PG2 (Timbó) e atua como programador musical da União FM (96.5), de Blumenau. Boina também é “escritor de fim de semana”, blogueiro e colunista. Atua no jornal A Cidade (Timbó) com coluna própria e como entrevistador. Quase todos os dias, traz A BOINA uma visão diferente do cotidiano em vários assuntos, com opinião, história e reflexões para todos os lados e gostos, além de apresentar gente muito boa na escrita em crônicas e opiniões dos colegas de jornalismo e afins.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Trecho da BR-470 será interditado nesta quinta-feira no Vale do Itajaí

Um trecho da BR-470 será interditado ao trânsito de veículos nesta quinta-feira (6), no Vale do Itajaí. O fechamento de ambas as pistas ocorrerá...

Covid-19: quarta-feira termina com 3 mortes e 95 novos casos em Blumenau

Blumenau registrou nesta quarta-feira (5) mais três óbitos, somando agora 494 mortes por coronavírus. Entraram para a lista de vítimas um homem de 58...

Durante briga, homem dá golpe de barra de ferro na cabeça do irmão

Uma briga envolvendo dois irmãos deixou uma pessoa ferida nesta quarta-feira (5), em Blumenau. O fato ocorreu por volta das 13h40min, na Rua Bonn,...

Juiz decreta prisão preventiva de jovem que cometeu chacina em Saudades

Notícia atualizada às 21h07minEram quase quatro horas da manhã desta quarta-feira (5) quando os autos de prisão em flagrante do jovem que matou cinco...

Homem fica ferido após cair do telhado de casa na Rua Bahia em Blumenau

Um homem ficou ferido após cair do telhado de uma casa nesta quarta-feira (5), em Blumenau. O acidente ocorreu por volta das 13h45min, na...
error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com