InícioSaúdeCovid-19: Blumenau registra aumento de casos pela terceira semana consecutiva

Covid-19: Blumenau registra aumento de casos pela terceira semana consecutiva

Mais 450 casos de coronavírus foram registrados em Blumenau no decorrer da última semana epidemiológica (entre os dias 11 e 17 de outubro), apontam os dados divulgados diariamente pela Secretaria de Promoção em Saúde. O número é 45,16% maior que o registrado na semana anterior (4 a 10 de outubro), quando 310 casos foram registrados.

Esta foi a terceira semana consecutiva com aumento no número de casos na cidade (veja o gráfico abaixo). Os números, porém, ainda são considerados sob controle pela Prefeitura de Blumenau, uma vez que a taxa de ocupação dos leitos de UTI, por exemplo, segue estável – 11,7%, segundo o boletim divulgado neste sábado (17).

O aumento de casos registrados impacta diretamente no número de casos ativos na cidade – ou seja, pacientes que ainda estão em tratamento (veja o balanço diário do último mês no gráfico abaixo). Conforme acompanhamento do Portal Alexandre José, o número de pacientes nestas condições já é o maior desde o fim de agosto – havia 535 casos ativos no dia 29 do respectivo mês, contra 514 atualmente.

Entre os pacientes “ativos”, 493 estão em isolamento domiciliar – maior número registrado desde o dia 29 de agosto, quando havia 499 pessoas nestas condições – e 21 estão hospitalizadas: 13 na enfermaria e oito na UTI. Por outro lado, 13.227 pacientes já estão recuperados, o que representa 95,1% dos infectados na cidade.

Mortes

Além disso, duas mortes decorrentes do novo coronavírus foram registradas na cidade no decorrer da semana, sendo uma na segunda-feira (12) – após 11 de estabilidade – e outra na sexta-feira (16). Ao todo, 155 moradores da cidade morreram devido às complicações da Covid-19 em Blumenau desde o início da pandemia.

Conforme a Prefeitura, quatro pessoas faleceram na cidade devido ao coronavírus em outubro, o que impacta em uma média de uma morte a cada quatro dias – melhores números desde junho, quando a média foi de uma morte a cada cinco dias. O pico foi registrado em agosto, quando 78 pessoas morreram – média de uma morte a cada dez horas.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com