Início Emerson Luis Esporte: Emoção em segundo plano. Por Emerson Luis

Esporte: Emoção em segundo plano. Por Emerson Luis

Conversei ao vivo nesta sexta-feira (25) no esporte do Balanço Geral da NDTV com André Santos.

O ex-lateral esquerdo do Figueirense, Flamengo, Corinthians, Arsenal e seleção brasileira fará sua estreia como empresário da bola.

Aos 37 anos.

Como gestor do Clube Atlético Metropolitano.

Será um dos principais responsáveis por montar o grupo que vai disputar a segundona catarinense.

Está comprometido e motivado.

Quer o acesso.

Sabe que é muito mais fácil valorizar e negociar jogador de Série A do que um de Série B.

André Santos no CT do Metropolitano. Foto: Arquivo pessoal

Tem em Eduardo Costa, ex-volante de Avaí, Grêmio, Vasco, São Paulo e seleção, seu homem de confiança que vai encabeçar a comissão técnica.

Será sua segunda experiência à beira de campo.

Tem apenas 38 anos.

O batismo foi no Lajeadense RS.

Ambos são novatos, mas têm trânsito, influência e parceiros nos bastidores.

Não estão aqui para fazer turismo.

Vieram para ser campeões e ganhar dinheiro.

Justamente por isso sabem que precisam agir com razão e profissionalismo.

Eduardo Costa: Foto: Arquivo Pessoal

Escrevo isso porque uma das primeiras decisões tomadas pela dupla foi a dispensa de William Paulista (e mais cinco jogadores que pertencem ao clube) antes mesmo da apresentação oficial.

Fiquei surpreso, pois entendo que um atleta com as características de um atacante com seu biotipo, alto e movediço (1.88 de altura), homem de área (o autêntico camisa 9) e que não vacila na hora H (artilheiro do time com oito gols em 15 jogos na Série B de 2018), não se acha no mercado com facilidade.

Deve sair de graça.

Algum concorrente vai contratá-lo.

William Paulista comemorando gol contra o Fluminense de Joinville. Foto: CA Metropolitano

A idade (35 anos) teve influência de certa forma na decisão.

Mas o que pesou mesmo foi a recente cirurgia no joelho, adquirida ainda em 2018, no segundo semestre, na estreia do Metrô na Copa Santa Catarina, contra o Joinville no Sesi.

Demorou mais de um ano para entrar na faca.

Foi um martírio.

O clube não possuía convênio e muito menos dinheiro para pagar o procedimento.

Quando voltou, ganhou uma chance para trabalhar na base.

E participava de peladas na região.

O tempo foi curto como treinador.

Queria voltar a jogar.

Até antes da pandemia, vinha atuando no Campeonato Goiano, no Jaraguá.

Retornou de empréstimo com expectativa alta.

William Paulista comemora gol em Camboriú. Foto: CA Metropolitano

A empresa de André Santos não quer arriscar ou perder tempo.

E entende que o caso do centroavante é uma interrogação.

A ideia é trabalhar com um grupo jovem e com jogadores no máximo de 30 anos.

Naturalmente as possibilidades de futuras transações são bem maiores.

Vinícius Demmer. Foto: Internet

São os casos do goleiro Neto (19 anos) e do volante e meia Vinícius Demmer (20 anos) da base blumenauense.

Demmer estava emprestado ao União Frederiquense da Divisão de Acesso do Rio Grande do Sul.

E Neto (que chegou do Almirante Barroso há três anos) que vinha jogando até então, é visto com futuro promissor.

Goleiro Neto em ação pela base do Metropolitano. Foto: Julia Galvão

Nesse meio termo se encaixa o volante/meia Beto, conhecido do torcedor.

Envolvido com lesões e oscilações, jamais conseguiu se firmar no Metropolitano.

Ganhou experiência ao jogar no Jaraguá (2016), Concórdia (2017 e 2018), Pelotas (2019) até defender este ano o Rio Preto na Série A3 paulista.

Aos 25 anos tem a chance de mostrar que cresceu (não só fisicamente) técnica, tática e emocionalmente, e que pode ser útil.

Os demais nomes são uma incógnita, pois até o momento ninguém foi anunciado oficialmente.

André Santos e Eduardo Costa sabem que não podem vacilar.

São 10 times na disputa por três vagas.

Uma vaga é do Metropolitano.

Em tese.

Na teoria.

Não dá mesmo para perder tempo com incertezas.

Afinal, serão apenas 30 dias, em média, de preparação – uma preocupação.

Em uma competição de tiro curtíssimo (de 1 de novembro a 20 de dezembro).

Turno único.

Só nove jogos para cada equipe – a tabela completa está aqui.

Atenção para adversários de tradição como Camboriú (de novo com Mauro Ovelha), Inter de Lages (com Reinaldo estreando como treinador), Hercílio Luz (que já está até fazendo jogo-treino), Guarani de Palhoça e Próspera de Criciúma.

Se não tiver foco e sangue no olho, não chega.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Bandidos abrem buraco em parede de empresa e furtam cabos de cobre em Blumenau

A Polícia Militar por volta das 8h15min desta segunda-feira (19) para atender a uma ocorrência de furto, em Blumenau. De acordo com...

Dois suspeitos são presos com drogas, anabolizantes e munições em Blumenau

A Polícia Civil prendeu dois suspeitos na tarde desta segunda-feira (19), em Blumenau. Segundo informações da Divisão de Investigação Criminal (DIC), tudo...

Homem é atingido por tiros em tentativa de homicídio e suspeito foge, em Blumenau

A tentativa de homicídio foi registrada pela Polícia Militar por volta das 22h55min desta segunda-feira (19). Tudo aconteceu no bairro Itoupava Norte....

Terça-feira com mais aberturas de sol em Blumenau e máxima de 31°C

Nesta terça-feira (20), a circulação marítima perde intensidade permitindo mais aberturas de sol no decorrer do dia. A mínima varia entre 19°C...

Vídeo: cinco pessoas ficam feridas em acidente de trânsito em Blumenau

Câmeras de monitoramento de uma empresa flagraram o momento exato em que dois veículos se envolveram em um acidente de trânsito na...