InícioPolíciaVítimas do incêndio podem levar até seis meses para serem identificadas

Vítimas do incêndio podem levar até seis meses para serem identificadas

As vítimas do incêndio que atingiu uma casa mista, na madrugada desta terça-feira (25), em Blumenau, podem levar até meio ano para serem oficialmente identificadas. Os corpos do homem e da mulher que estava grávida estão no Instituto Médico Legal (IML) à espera de familiares. A suspeita é que um dos envolvidos seja estrangeiro e não tenha parentes no Brasil.

De acordo com informações de técnicos do Instituto Geral de Perícias (IGP), os corpos foram muito carbonizados. O casal também teve os documentos queimados pelas chamas. As outras pessoas que moravam no imóvel afirmam que ele seria natural da Colômbia ou da Venezuela. Já a moça, de cerca de 22 anos, veio da região Meio Oeste de Santa Catarina.

O procedimento a ser adotado agora é a coleta de material das vítimas para uma análise futura. Quando algum familiar aparecer para fazer a identificação dos corpos, também terá o material genético coletado para comparação do DNA. Porém, segundo o IML, este processo é demorado, leva seis meses, em média. Antes disso, não haverá liberação para velório e enterro.

Investigações

O Corpo de Bombeiros ainda trabalha para descobrir o que provocou as chamas na residência na Rua Alberto Koffke, no Centro de Blumenau. No período da tarde, socorristas devem voltar ao local da ocorrência para fazer uma perícia no imóvel, que permanece isolado. Existe a suspeita de que um aquecedor improvisado pelos próprios moradores tenha ocasionado o incêndio.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com