Início Segurança Assassinato de mulher grávida em Canelinha foi premeditado, afirma Polícia Civil

Assassinato de mulher grávida em Canelinha foi premeditado, afirma Polícia Civil

A morte de uma mulher grávida chocou a cidade de Canelinha, a cerca de 70 quilômetros de Blumenau, nesta sexta-feira (28). De acordo com a Polícia Civil, Flávia Godinho Mafra, de 24 anos, foi cruelmente assassinada e teve o bebê retirado da barriga. Ela foi encontrada já sem vida logo pela manhã, após passar quase 24 horas desaparecida.

Segundo a Polícia Civil, uma conhecida da vítima e o marido dela foram presos. A mulher confessou a autoria do assassinato em depoimento. Ela teria premeditado todo o crime, preparando uma emboscada e matando a amiga – que estava grávida de 36 semanas – a tijoladas.

De acordo com a Polícia, a suspeita afirmou ter inventado um chá de bebê e oferecido carona à vítima. No trajeto, porém, ela teria golpeado Flávia com um tijolo e usado um estilete para abrir a barriga da vítima, retirando o bebê. Na sequência, ela foi até o Hospital de Canelinha, onde deu entrada ainda na noite desta quinta-feira (27).

Em conversa com o Portal Olho Vivo Can, de Canelinha, o sargento da Polícia Militar Alcir Boaventura disse que as investigações começaram logo após a suspeita do crime dar entrada na unidade hospitalar dizendo ter rompido a bolsa da gestação e parido a criança com ajuda de populares.

A Polícia Militar foi acionada após o médico responsável pelo atendimento constatar que a mulher não apresentava sinais característicos de quem esteve em trabalho de parto. Além disso, percebeu que o bebê tinha pequenos cortes pelo corpo, muito deles profundos e com sangue. A criança foi transferida a um hospital de Florianópolis em companhia do marido da suspeita.

A verdadeira mãe do bebê, porém, foi encontrada morta no terreno de uma olaria, no bairro Galera, na manhã desta sexta-feira. Segundo a Polícia Militar, ela apresentava um corte na barriga – o que supostamente explicava o episódio registrado no hospital da cidade na noite anterior.

A suspeita do crime foi presa, junto com o marido, que acabou detido em Florianópolis ao tentar fugir do hospital com a criança. Eles foram conduzidos à Delegacia de Polícia, onde prestaram depoimento. Segundo a Polícia Civil, o crime teria sido planejado após a suspeita perder o bebê que esperava, em janeiro deste ano. O bebê retirado da barriga de Flávia segue internado no Hospital Infantil Joana de Gusmão.

Atualização: Corpo de jovem assassinada em Canelinha será velado e enterrado neste sábado

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 45 milhões

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (28) um prêmio acumulado de R$ 45 milhões. As seis dezenas do concurso serão sorteadas, a partir...

Estilo: alerta de tendência para o chinelo de dedo com salto, por Anna Rutkoski

O chinelo de dedo já foi considerado sinônimo de desleixo, mas este conceito está mudando e eu vou te provar que esse...

Rolo compressor despenca de 10 metros de altura em obras na BR-470 em Indaial

Na manhã desta quarta-feira (28), um rolo compressor que era usado nas obras de duplicação da BR-470, em Indaial, despencou de um...

Partido Liberal desfilia candidata a vereadora presa em operação policial em Blumenau

Em reunião nesta terça-feira (27), a direção da Executiva Municipal com a Executiva Estadual do Partido Liberal (PL) decidiu por desfiliar Noemi...

AO VIVO: defesa de candidata a vereadora presa em Blumenau fala sobre o caso

O advogado, Antoniel Lobo Cardoso, que representa a candidata a vereadora presa em uma operação policiais, que resultou na apreensão de 190...