Início Saúde 202 servidores da Saúde já testaram positivo para Covid-19 em Blumenau

202 servidores da Saúde já testaram positivo para Covid-19 em Blumenau

Profissional da rede pública de saúde de Blumenau, Tânia Silvana Schulz se viu do outro lado da costumeira rotina, após ser diagnosticada com a Covid-19 em abril deste ano. Atuante no Ambulatório Geral Mário Jorge Vieira, popularmente conhecido como AG da Fortaleza, a enfermeira de 47 anos é apenas uma das dezenas de servidores da saúde infectados pelo novo coronavírus na cidade.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 202 profissionais da rede pública de saúde já testaram positivo para a Covid-19 em Blumenau. Destes, dois não resistiram às complicações e morreram – assim como uma profissional que morava e trabalhava em Indaial, mas que também atuava no Ambulatório Geral da Velha, em Blumenau.

Tânia, assim como a maioria dos profissionais infectados, já está recuperada e fazendo o que ama: ajudando quem mais precisa. A enfermeira, porém, não esquece os momentos vivenciados após o diagnóstico positivo para a Covid-19. Apesar de ter adquirido a doença de forma moderada, tendo ficado internada por poucos dias, ela relatou à equipe do Portal Alexandre José a tensão e o medo vivenciados.

“Acredito que o mais difícil foi ficar confinada entre quatro paredes, num quarto, sozinha, vendo muitas pessoas mandando mensagens de preocupação, querendo saber como eu estava, como eu estava evoluindo”, disse Tânia. “Eram tantas mensagens que eu não dava conta de responder. E ao mesmo tempo não da vontade falar nada, porque você não se sente bem”, contou.

As dores tornaram-se constantes na vida da enfermeira. “A respiração fica muito cansativa”, comentou. “Para ter ideia, eu tinha dificuldade para escovar os dentes. A água do chuveiro batendo corpo doía. Realmente é uma doença que nos acomete como um todo. Além disso, o psicológico fica muito abalado, você não sabe o dia de amanhã, como vai evoluir”, desabafou.

“Nos três primeiros dias eu não conseguia ter pensamentos positivos, eu já achava que ia para a UTI, que ia morrer”, declarou a enfermeira. “É muito difícil você estar sozinha, porque ninguém pode estar perto de você. Quem está mais próximo está da porta pra fora. Não tem um afago, um abraço. É muito difícil. Essa foi a pior parte do tratamento”.

Embora traumática, a experiência trouxe importantes lições para a enfermeira. “Aprendi que preciso cuidar das pessoas, mas também preciso ser cuidada. Há um momento na vida do cuidador que ele precisa de cuidados. A enfermagem é muito acostumada a prestar cuidados. Então, quando me vi naquela situação, de precisar ser cuidada, foi uma lição e tanto pra minha vida. Aquilo que sempre ofereci, estava precisando receber”.

A batalha de Tânia contra o novo coronavírus, porém, não se encerrou junto ao isolamento domiciliar. Uma vez recuperada da Covid-19, era hora da enfermeira voltar ao trabalho. “O retorno foi tranquilo. Eu ainda tinha sintomas, não sentia cheiro e gosto. Também tinha cansaço, subir escadas e caminhar era difícil. Voltei dessa forma após 14 dias de quarentena. Mas meus colegas foram compreensivos e me ajudaram a passar por isso. No final das contas, demorou 30 dias pra eu não sentir mais nada, para enfim dizer que estava recuperada”.

Importância do SUS

Tânia também destacou a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) na luta contra o novo coronavírus. Segundo ela, o sistema público de saúde foi essencial para a sua recuperação – bem como para milhares de pessoas por todo o Brasil. “Eu me vejo muito bem acolhida pelo SUS”, comentou.

“Acho que é uma lição que o brasileiro tem que levar em consideração, que temos esse diferencial no país. Temos um sistema que nos acolhe sem distinções. Ter onde fazer um exame de tomografia pra saber se é realmente é Covid-19, ter um remédio pra tomar, um médico pra nos orientar, uma enfermagem pra nos cuidar. O SUS vem nos oferecendo tudo isso de uma forma brilhante. Então temos que enaltecer nosso sistema de saúde”.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Antecipação do auxílio-doença poderá ser pedida sem limitação de distância

Até 31 de outubro, os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão pedir a antecipação do auxílio-doença em todas as...

MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies

Foi publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (29) o edital do processo de inscrição para cerca de 50 mil vagas...

Carlos Moisés entrega defesa referente ao segundo pedido de impeachment

O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) entregou nesta terça-feira (29) a defesa referente ao segundo pedido de impeachment em tramitação na...

Gastronomia: os benefícios do chocolate para as pessoas, por Juliana Fraga

Que chocolate é bom e deixa a gente mais feliz todo mundo já sabe, mas você sabia que o doce também faz...

Blumenau tem uma morte e 51 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h

Chegou a 151 o número de vítimas fatais do novo coronavírus em Blumenau, divulgou a Secretaria Municipal de Saúde nesta terça-feira (29)....