InícioPolíciaLadrões invadem escola técnica em Blumenau e furtam equipamentos

Ladrões invadem escola técnica em Blumenau e furtam equipamentos

Não bastasse estar fechada há quatro meses com as aulas presenciais suspensas por conta da pandemia de Covid-19, uma escola técnica profissionalizante instalada em Blumenau teve mais um prejuízo nesta quinta-feira (30). O estabelecimento, que fica no início da Rua Itajaí, foi arrombado por ladrões, que levaram uma série de eletrônicos e equipamentos utilizados para o ensino em cursos da área da Saúde.

O crime foi descoberto por volta das 13h30min, quando uma funcionária do setor administrativo chegou ao trabalho. Ela constatou que o alarme estava desativado e os ambientes haviam sido revirados. Do instituto, foram levados televisor, computador, tablet, instrumentos e roupas cirúrgicas, além de um termômetro digital para medir a temperatura corporal, que custou mais de R$ 300.

A Polícia Militar foi acionada, registrou um boletim de ocorrência e fez buscas na região, mas acredita-se que o arrombamento tenha ocorrido durante a madrugada. Ninguém foi preso. Uma das proprietárias da escola, Sylvia Toledo Souza, procurou o Portal Alexandre José pois esta foi a segunda vez em menos de dois meses que a escola foi invadida por criminosos, à poucos metros do Centro Histórico de Blumenau.

“No dia 18 de junho nós já tínhamos sido furtados. Chamamos a Polícia Militar, fomos na Polícia Civil, levamos as imagens das câmeras de monitoramento que mostram o ladrão, mas não adiantou nada porque nada pode ser feito sem o flagrante. Agora novamente aconteceu isso. Precisamos de ajuda. Estou entrando em contato para pedir socorro. A Rua Itajaí está largada”, desabafou a empresária à nossa equipe de jornalismo.

Segundo Sylvia, praticamente todos os estabelecimentos comerciais instalados naquela região, desde um centro de estética até uma casa noturna, foram alvo de bandidos recentemente. A Polícia Militar, através do departamento de comunicação, informou que o local em questão é ponto de rondas constantes realizadas pelas viaturas, pela sua importância para a cidade e também pela existência de um hospital na localidade.

Porém, de acordo com o tenente Nicolas Marques, o alto consumo de drogas, aliado ao fato das pessoas serem presas e liberadas logo em seguida, provocam essa reincidência. “Temos feito operações diárias, todos os dias prendemos autores de crimes contra o patrimônio, com extensas fichas criminais, mas o retorno precoce desses elementos às ruas causa essa situação”, declarou o oficial.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com