Início Emerson Luis Esporte: Não tá fácil pra ninguém. Por Emerson Luis

Esporte: Não tá fácil pra ninguém. Por Emerson Luis

Não sei vocês, mas eu preciso de um empurrão, de motivação, na verdade de cobrança, para seguir firme em um projeto quando se trata de envolvimento físico.   

Em suma, não curto muito academia. 

No prédio onde moro tem uma, mas se cheguei a frequentar o espaço 20 vezes, foi muito.

Em cinco anos.

Uma puxada de ferro ou uma pedalada a cada 90 dias, em média. 

Um belo exemplo! 

A última vez acredito que foi em fevereiro quando minha pequena foi junto me prestigiar.

Imagina agora com as restrições.  

Prefiro caminhar ou dar uma corridinha de leve, nas ruas. 

Que foram interrompidas.

O álibi é a máscara.

Se movimentar com a proteção, com o perdão da palavra, é um pé no saco.

É obrigatório.

Mas só atrapalha.

Tentei.

Não insisti.

Optei pela acomodação.

Aqui tem um link interessante e resumido sobre o tema.

Admiro a persistência e a força de vontade de quem mantém a forma quase que diariamente. 

Muitos estão de fato preocupados com a saúde. 

Outros com a estética. 

Ou os dois. 

Estão certíssimos. 

Errado estou eu.

Por trabalhar indiretamente com esporte deveria ser um grande incentivador da prática.

Mas, sou.

Nesse momento no campo teórico.

Pode parecer desculpa, mas não é.

Quando estou pegando gosto pela coisa, dando sequência a alguma atividade, acontece um problema.

Exemplo:

Após fazer uma matéria em setembro de 2018, sobre os cuidados do corpo com a chegada do verão, fui desafiado pelo professor Rogério Reis e Silva.

Ele me garantiu que em 90 dias eu corrigiria minha postura, ganharia massa muscular, perderia alguns quilinhos e estaria na ponta dos cascos.

Era necessário ter disciplina.

Até tive por cerca de dois meses.

Aí peguei 30 dias de férias em dezembro e todo o trabalho foi jogado fora.

A alimentação que era fundamental nesse processo não foi devidamente seguida à risca.

Para complicar, uma lesão no tendão me deixou de molho por cerca de dois meses, inclusive fora da patota do futebol que sinto tanto falta.

Pedi desculpas ao Rogério e não voltei mais.

Até duas semanas atrás estava levando a sério uma atividade com um personal trainer. 

Uma vez por semana. 

À noite.

45 minutos por sessão. 

Com privacidade. 

Só o parceiro Sylvio Júnior e eu. 

Estava me sentindo bem e vendo resultado (mesmo sem jamais abrir mão do churrasco do fim de semana).

Só que de repente, de novo, o Decreto Municipal quebrou minhas pernas e claro, dos professores.       

Veio a flexibilização na última segunda-feira (27).

Academias, studios e centro de treinamentos funcionando das 10h às 17h. 

Nem todos conseguiram se adequar. 

Eu não consegui. 

Representantes do Núcleo de Atividades Físicas da ACIB se reuniram nesta sexta-feira (31) de manhã com alguns integrantes da secretaria da Saúde e Vigilância Sanitária.

Vários argumentos foram apresentados.

O principal deles é que a atividade física é essencial – ainda mais nesse momento.

Os médicos concordam.

Ao mesmo tempo, o setor é tratado como comércio.

De acordo com eles, a reivindicação para a flexibilização do horário seria levada ao Comitê de Ação para avaliação.

A resposta ficou para segunda-feira (3).

Lá no começo, os psicólogos já alertavam para um iminente crescimento de transtornos como depressão e ansiedade.

E tá todo mundo no limite.  

O clima anda pesado. 

Por ora, minha maior preocupação, é cuidar da musculatura mental.  

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Blumenau confirma 203 novos casos de coronavírus somente nesta sexta-feira

Mais 203 casos de coronavírus foram registrados em Blumenau nesta sexta-feira (30), informou a Secretaria de Promoção da Saúde. Conforme os boletins...

Esporte: Um elenco desconhecido. Por Emerson Luis

Não significa que a falta de um ou outro medalhão implicará em um grupo limitado ou incapaz de conseguir o acesso. 

Rua Emílio Tallmann passa por revitalização a partir de segunda-feira

A Rua Emílio Tallmann, no bairro Progresso, será a primeira das 34 vias de Blumenau a serem contempladas com obras de revitalização,...

Unicesumar lança cursos na modalidade à distância e híbrido para atender novo mercado

A necessidade de isolamento social, devido à pandemia do novo coronavírus, acelerou uma tendência educacional que já estava em crescimento no Brasil:...

Cemitério Municipal de Gaspar terá horário ampliado no feriado de Finados

Para evitar aglomerações no feriado de Dia de Finados devido à pandemia da Covid-19, o Cemitério Municipal de Gaspar terá seu horário...