Início Geral Crédito imobiliário cresce 30% e indica retomada do setor

Crédito imobiliário cresce 30% e indica retomada do setor

De acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), os financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) cresceram 29,9% em junho e atingiram R$ 9,27 bilhões.

Além disso, junho deste ano, o terceiro mês de distanciamento social em função da pandemia do novo coronavírus, teve o melhor resultado desde janeiro de 2015. Para Ricardo Cubas, especialista em Mercado Imobiliário, esses dados indicam uma forte retomada do setor, pois este é lastreado no crédito.

“Apesar da instabilidade gerada pela quarentena da Covid-19, o crédito imobiliário demonstrou força nos últimos três meses e indica um crescimento no volume de vendas de imóveis no segundo semestre”, diz Cubas.

O mercado financeiro aposta que o setor da construção civil e o agronegócio serão os motores da retomada da economia no Brasil.

Juros Baixos

Essa visão é reforçada pelos juros do financiamento imobiliário nos menores em patamares da história. A carência para o pagamento da primeira parcela dos financiamentos habitacionais também tem facilitado o acesso ao crédito.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que pode haver um “boom” de uma década na construção civil a partir do momento atual de juros baixos.

O ministro destacou que as classes de baixa renda poderão conquistar a casa própria com os juros baixos. Ele estimou que de 1 milhão a 2 milhões de consumidores poderão entrar nesse mercado.

Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, disse que a redução dos juros dos financiamentos para a classe média está nos planos do governo, na reformulação do Minha Casa Minha Vida, que passará a se chamar Casa Verde Amarela.

Imóveis como Investimento

Além das famílias de menor renda, investidores também têm exercido papel fundamental na demanda do mercado imobiliário: “muitos estão preocupados com a volatilidade da Bolsa e as baixas taxas de retorno da renda fixa, por isso, migram investimentos para ativos reais, como imóveis, buscando rentabilidade e segurança”, afirma Cláudio Hermolin, presidente da Ademi/RJ (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário).

Caixa Domina o Crédito Imobiliário

Com R$ 4,6 bilhões financiados para aquisição ou construção de mais de 16 mil imóveis no mês de junho, a Caixa Econômica Federal segue liderando as cartas de crédito imobiliário, seguida por Bradesco, Itaú, Santander e Banco do Brasil. A parcela da Caixa representou, aproximadamente, 50% do total de financiamentos. Se considerarmos apenas os financiamentos com recursos do FGTS a participação da Caixa chega a 80% do mercado.

Casa Própria

Essa é, possivelmente, a melhor época para comprar uma casa, sobrado ou apartamento, aproveitando as menores taxas de juros da história.

Se você quer realizar o sonho da casa própria, clique aqui

Torresul Imobiliária
WhatsApp 📲 9.8811.7788
CRECI/SC 4218-J

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Campanha das eleições municipais começa neste domingo

A partir deste domingo (27) as Eleições Municipais 2020 entram em uma nova etapa, com o início da campanha aos cargos de prefeito,...

Média de mortes por Covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana

A média diária de mortes por Covid-19, de acordo com a média móvel de sete dias, no Brasil chegou a 687,86 casos na...

Identificado homem que foi assassinado por reclamar de fezes de cachorro em Blumenau

Foi identificado como Luiz Carlos Ruppenthal, de 44 anos, o homem que foi assassinado com um tiro na cabeça após reclamar das...

Homem é preso por posse ilegal de arma de fogo na Velha Grande

Um homem de 35 anos foi preso pela Polícia Militar na noite deste sábado (26) pela posse ilegal de arma de fogo...

Adolescentes são apreendidos com mais de R$ 900 em notas falsas em Pomerode

Três adolescentes foram apreendidos na tarde deste sábado (26) após serem flagrados com dinheiro falso em Pomerode. De acordo com a Polícia...