InícioSaúdeCozinheira de 64 anos é mais uma vítima da Covid-19 em Blumenau

Cozinheira de 64 anos é mais uma vítima da Covid-19 em Blumenau

Nesta terça-feira (21), uma nova vítima passou a fazer parte das estatísticas da Covid-19 em Blumenau. Desta vez, uma mulher de 64 anos, muito conhecida por seu trabalho como cozinheira. Sônia Alice Brinhosa estava internada na UTI do Hospital Santa Isabel e morreu por volta das 11h. É o 29º óbito por coronavírus na cidade.

De acordo com a filha Jeane, que conversou com a equipe do Portal Alexandre José, a idosa não tinha nenhuma doença pré-existente. Ela sempre fazia check-up e se cuidava. Sônia fez carreira na cozinha do Moinho do Vale e do Tabajara Tênis Clube. Atualmente, era dona do próprio negócio: o Restaurante Tempero de Família, na Rua 2 de Setembro, na Itoupava Norte.

Ainda segundo Jeane, a mãe apresentou sintomas há cerca de uma semana. “Primeiro, ela foi no Hospital Santo Antônio e mandaram ela embora. No dia seguinte, ela foi no Ambulatório da Vila Germânica e mandaram ela embora. Só quando pagamos uma consulta e um exame particular, descobrimos que ela estava com Covid”, conta.

O coronavírus foi diagnosticado no Hospital do Pulmão. De lá, o médico encaminhou a paciente direto para o Hospital Santa Isabel, onde permaneceu na enfermaria e depois foi transferida para a UTI. “Se a terceira idade é a prioridade, porquê não deram essa atenção para a minha mãe? Talvez hoje não tivesse acontecido isso”, questiona a filha.

Dona Sônia deixa quatro filhos (3 homens e uma mulher), 11 netos e uma bisneta. Nas redes sociais, parentes e amigos prestam homenagens à mulher. “A minha era uma pessoa muito feliz, que nunca reclamou da vida. Eu não me conformo. Sempre trabalhou e viveu pros filhos”, lembra Jeane, emocionada.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com