InícioSaúdeCoronavírus: SC concentra menos de 4% dos casos confirmados no Brasil

Coronavírus: SC concentra menos de 4% dos casos confirmados no Brasil

O número de casos confirmados de coronavírus em Santa Catarina subiu para 247 nesta quarta-feira (1), divulgou o governador Carlos Moisés em entrevista coletiva realizada em Florianópolis. Isso representa um aumento de 5% se comparado ao boletim divulgado na terça-feira (31). O número de óbitos não sofreu alterações, com apenas duas mortes em decorrência do vírus registradas até então.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, 131 pacientes (53%) diagnosticados com o vírus se encontram internados em hospitais, incluindo 8 crianças. Destes, 19 estão internados em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) – três a menos que o número divulgado na véspera, quando 22 pessoas necessitavam de cuidados intensivos.

De acordo com os dados mais recentes divulgados pelo Ministério da Saúde, 6.836 casos foram confirmados no Brasil até então. Neste conceito, é possível afirmar que Santa Catarina concentra atualmente cerca de 3,6% dos casos. O número de mortes por covid-19, por sua vez, chegou chegou a 240 (taxa de letalidade de 3,5%). Apenas 0,8% das mortes, porém, aconteceram em Santa Catarina.

Para o governador Carlos Moisés, os números mostram que o isolamento social está tendo resultado positivo no estado. “Colocamos a vida dos catarinenses em primeiro lugar”, ressaltou. “As demais coisas serão colocadas no lugar aos poucos. São decisões difíceis, porque a retoma das atividades é importante. Mas vamos buscar um equilíbrio entre salvar vidas e resguardar a economia catarinense”.

Por ora, espera-se uma redução significativa na arrecadação do Estado nos próximos meses – queda que deve ser sentida com mais intensidade a partir de abril. Segundo Moisés, o estado deverá passar por dificuldades financeiras nos próximos meses, encontrando dificuldades para honrar com seus compromissos.

Novas atividades liberadas

Moisés voltou a enfatizar o trabalho realizado pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), que tem realizado reuniões diárias para discutir a retomada das atividades econômicas em Santa Catarina. Segundo ele, o grupo decidiu nesta quarta-feira pela liberação das obras de construção civil pública e privada em todo o território catarinense.

Além disso, toda a cadeia produtiva relacionada à construção civil também estará liberada a atuar. Neste contexto estão enquadrados os comércios de materiais de construção, materiais elétricos, cimento, tintas, entre outros.

Os corretores de imóveis também estão autorizados a prestar serviços, desde que realizem atendimento individual por agendamento e mantenham o estabelecimento com as portas fechadas, atendendo todas as ordens sanitárias impostas pelo decreto governamental.

Os setores estarão devidamente liberados a atuar assim que uma portaria do Governo do Estado seja publicada – o que deve ocorrer já nesta quinta-feira (2). Os demais setores, porém, não sofreram alterações e devem seguir o estipulado pelo decreto governamentla mais recente.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com