InícioSaúdeCoronavírus: Santa Catarina registra 717 casos confirmados e 18 óbitos

Coronavírus: Santa Catarina registra 717 casos confirmados e 18 óbitos

O número de casos confirmados de coronavírus em Santa Catarina subiu de 693 para 717 nas últimas 24 horas, divulgou o governador Carlos Moisés durante entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (10), em Florianópolis. Isso representa um aumento de aproximadamente 3,5% no número de casos se comparado ao boletim divulgado na véspera.

O número de óbitos decorrentes da Covid-19, porém, não sofreu alterações, com nenhuma vítima fatal sendo registrada nesta sexta-feira. Com isso, Santa Catarina segue com 18 mortes registradas e apresenta uma taxa de letalidade de 2,5% – ou seja, 5 a cada 200 pessoas que contraem o vírus morrem em território catarinense.

O governador anunciou ainda que 118 pessoas estão internadas em leitos de UTI em todo o estado. Entre elas estão pacientes diagnosticados com a Covid-19 ou que ainda aguardam os resultados dos exames. De acordo com os números, 78 precisam de ventilação mecânica para sobreviver.

Outras 80 pessoas já deixaram os leitos de UTI e foram encaminhadas às enfermarias dos hospitais. A quantidade de pacientes que já deixaram os hospitais e seguiram ao isolamento domiciliar não foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde.

Mais atividades liberadas

O Governo do Estado deve anunciar às 12h deste sábado (11) uma série de setores econômicos que terão permissão para retornar às atividades na próxima semana, bem como as regras que as mesmas devem seguir para manter-se operando.

Moisés voltou a enfatizar que a flexibilização do isolamento social não significa o fim da quarentena, e cobrou comprometimento da população. Segundo ele, ações restritivas podem voltar a ser realizadas pelo Governo caso as pessoas não permaneçam em casa e ignorem as regras de convivência.

O governador anunciou ainda que o Estado passará a enviar mensagens de SMS aos celulares das pessoas que residem nas proximidades de pacientes confirmados com a Covid-19. Segundo ele, as mensagens serão enviadas às pessoas que moram em uma área de até 200 metros de distância do paciente diagnosticado.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com