InícioSaúdeCoronavírus: Blumenau contabiliza 88 casos confirmados e 56 recuperados

Coronavírus: Blumenau contabiliza 88 casos confirmados e 56 recuperados

Neste sábado (18), a Prefeitura de Blumenau optou não fazer transmissão ao vivo pela internet para atualizar a situação do coronavírus na cidade, mas o prefeito Mário Hildebrandt gravou um vídeo com as informações mais importantes do dia. São 88 casos confirmados, com oito pacientes internados em hospitais, sendo seis em UTI e dois em leitos de enfermaria. Deste total, 24 pacientes estão em isolamento domiciliar e 56 são considerados recuperados da doença. Veja:

Uso obrigatório de máscaras

A partir da próxima segunda-feira (20), será obrigatório o uso de máscaras para permanência ou circulação nas ruas e repartições públicas, estabelecimentos que exercem ou realizam atividades consideradas essenciais, estabelecimentos comerciais e passageiros de táxi ou de aplicativos. Desde o início do mês, o Ministério da Saúde vem orientando a população sobre a importância da utilização dos equipamentos para evitar o contágio pelo coronavírus.

Hidroxicloroquina

Na próxima segunda-feira (20), a Prefeitura de Blumenau deve anunciar novidades sobre o uso de hidroxicloroquina. A cidade já participa do Estudo Coalizão Covid-19 Brasil por meio de uma parceria entre o Hospital Santo Antônio e a AngioCor Cardiologia. Grandes hospitais do país, junto com o Ministério da Saúde, fazem parte da pesquisa, que utiliza o medicamento, aliado ou não à azitromicina, para pacientes com o novo coronavírus em níveis moderados e graves.

O estudo é dividido em três braços: nos pacientes graves (aqueles que necessitam de oxigenioterapia ou respiração mecânica), com suspeita clínica ou confirmada de coronavírus. Nestes pacientes, será avaliada a eficácia da utilização da hidroxicloroquina, associada ou não à azitromicina. Um segundo braço do estudo envolve pacientes de menor gravidade internados por Covid-19 (sem o uso de oxigenioterapia). Nestes casos, será avaliado se a hidroxicloroquina é eficaz em melhorar o quadro respiratório.

No terceiro braço, os pacientes em nível ambulatorial, que são aqueles que não possuem critério de internação e que apresentam sintomas leves, recebem o tratamento de forma precoce. Vale lembrar que os testes e protocolos são todos sigilosos e que somente a equipe médica poderá aplicar a medicação.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com