InícioGeral"Autonomia não é soberania", diz Bolsonaro sobre declarações de Moro

“Autonomia não é soberania”, diz Bolsonaro sobre declarações de Moro

O presidente Jair Bolsonaro adotou um tom crítico ao comentar as declarações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, que pediu demissão do cargo na manhã desta sexta-feira (24) após a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo.

Em pronunciamento realizado em Brasília horas após o comunicado de Moro, Bolsonaro defendeu que a autonomia prometida ao ex-ministro não significava “soberania”. Além disso, disse estar “decepcionado e surpreso” com o comportamento de Moro, que ignorou procurá-lo e preferiu realizar uma coletiva de imprensa para comunicar sua demissão.

“Se um dia que eu tiver que aceitar algo de um subordinado meu, eu deixo de ser presidente da República”, afirmou Bolsonaro em resposta aos argumentos usados por Moro para explicar a decisão de se desligar do Ministério.

Segundo Bolsonaro, Moro faltou com a verdade e realizou “acusações infundáveis” em seu pronunciamento. O presidente disse ainda que Moro condicionou a saída de Valeixo do comando da Polícia Federal a uma indicação a ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Mais de uma vez, o senhor Sergio Moro disse para mim: Você pode trocar o Valeixo sim, mas em novembro, depois que você me indicar para o Supremo Tribunal Federal”, acusou o presidente durante seu pronunciamento.

Bolsonaro disse ainda que sempre deu plena liberdade aos seus ministros – mas sem abrir mão do seu “poder de veto”.”Conversamos ontem sobre a substituição da Polícia Federal”, comentou o presidente. “Esperava definir junto com ele um novo nome, embora pela Lei isso seja uma prerrogativa exclusiva do presidente”.

O presidente ainda afirmou que não são verdadeiras as insinuações de que ele gostaria de saber sobre investigações em andamento, interferindo assim no trabalho realizado pela Polícia Federal. “Tenho acesso a relatórios sobre as últimas 24 horas para poder decidir o futuro da nação”, comentou. “Apenas isso”.

Resposta de Moro

O ex-ministro usou as redes sociais para responder às acusações do presidente Bolsonaro sobre usar a saída de Valeixo como uma moeda de troca para ser indicado ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

Últimas notícias

error: Toda e qualquer cópia do Portal Alexandre José precisa ser creditada ao ser reproduzida. Entre em contato com a nossa equipe para mais informações pelo e-mail jornalismo@alexandrejose.com